Morre procurador da Itália Francesco Saverio Borrelli; Ele liderou a operação anticorrupção ‘Mãos Limpas’

Francesco Saverio Borrelli morreu em 20 de julho de 2019 , aos 89 anos, no Instituto Nacional de Câncer do IRCCS, em Milão, onde foi hospitalizado.

Francesco Saverio Borrelli morreu em 20 de julho de 2019 , aos 89 anos, no Instituto Nacional de Câncer do IRCCS, em Milão, onde foi hospitalizado.

Francesco Saverio Borrelli, o procurador italiano líder das investigações anticorrupção da operação Mãos Limpas no início dos anos 1990, que varreu toda uma classe política, morreu, informou a família neste sábado (20/07/2019).

Ele tinha 89 anos e faleceu em um hospital de Milão.

Como o principal promotor do maior escândalo político da Itália desde a Segunda Guerra Mundial, Borrelli comandou uma investigação que levou à prisão de centenas de empresários e políticos e destruiu as carreiras de muitos.

Enquanto o time de procuradores da Mãos Limpas, incluindo Antonio Di Pietro, foram vistos como heróis por muitos italianos, as pessoas envolvidas com o caso ainda se ressentem com o que consideram uma cruzada linha-dura ou até mesmo com motivações políticas.

O establishment italiano foi rápido em elogiar as conquistas de Borrelli neste sábado.

“(Ele foi um) procurador da mais alta ordem, comprometido com a afirmação da supremacia e respeito à lei, que serviu a república com lealdade”, disse o Presidente Sergio Mattarella em comunicado.

Publicação registra trabalho

A obra ‘Corrupção e justiça: Mãos Limpas (1992-1998) nas palavras do procurador Francesco Saverio Borrelli, de autoria de Corrado de Cesare (Milão, Kaos, 1999), registra o trabalho desenvolvido de combate a corrupção.

*Com informações da Agência Reuters.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]