Feira de Santana: Moradores do Distrito de Humildes participam de audiência e indicam prioridades para PLOA 2020

Moradores do Distrito de Humildes apontaram prioridades para serem analisadas e inseridas, caso seja adequada às propostas administrativas do governo, na PLOA 2020.
Moradores do Distrito de Humildes apontaram prioridades para serem analisadas e inseridas, caso seja adequada às propostas administrativas do governo, na PLOA 2020.
Moradores do Distrito de Humildes apontaram prioridades para serem analisadas e inseridas, caso seja adequada às propostas administrativas do governo, na PLOA 2020.
Moradores do Distrito de Humildes apontaram prioridades para serem analisadas e inseridas, caso seja adequada às propostas administrativas do governo, na PLOA 2020.

A penúltima audiência pública realizada pela Prefeitura de Feira de Santana, com foco na elaboração da Proposta de Lei Orçamentária Anual, o PLOA, para 2020, foi realizada na manhã desta sexta-feira (12/07/2019), no Distrito de Humildes. Nela, os moradores locais apontaram as prioridades para serem analisadas e inseridas, caso seja adequada às propostas administrativas do governo, na PLOA.

A Lei Orçamentária Anual é elaborada pelo Poder Executivo que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano. A Constituição determina que o Orçamento deve ser votado e aprovado até o final de cada ano.

A participação e a devida contribuição dos moradores de Feira de Santana para a elaboração do PLOA é de grande importância.

Pela manhã, a equipe da Secretaria de Planejamento, à frente o coordenador de Orçamento da Prefeitura, por Luís Ivan, esteve no distrito de Humildes e se reuniu com moradores na Biblioteca Municipal. Antes das apresentações, o servidor municipal foi didático ao explicar a importância e os objetivos da audiência, bem como a Relação da LOA com o PPA (Plano Plurianual) e a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

“São estas três diretrizes que orientam o gestor público”, afirmou o coordenador. As demandas estão sendo enviadas para as secretarias correlatas, onde serão analisadas. “O que for apresentado será verificado se poderá constar na lei, tendo como base a disponibilidade financeira para o próximo exercício”.

Moradora do distrito de Humildes, Márcia Estrela disse que as audiências públicas são canais que devem ser usados pela população para que suas demandas cheguem ao governo. “Mas é preciso que haja maior participação da comunidade”.

As audiências públicas foram iniciadas na sexta-feira da semana passada. Além das regiões administrativas da cidade, os eventos foram realizados em todos os distritos.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108816 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]