Voto feminino, salário mínimo e férias foram conquistados com luta e greve, avalia deputado Robinson Almeida

Deputado Robinson Almeida participa de protestos contra o Governo Bolsonaro, nesta sexta-feira (14/06/2019).
Deputado Robinson Almeida participa de protestos contra o Governo Bolsonaro.

O deputado estadual Robinson Almeida (PT) avaliou que os protestos que marcam o dia de Greve Geral, nesta sexta-feira (14/06/2019), contra a Reforma da Previdência e os cortes na Educação, fazem parte da história de “resistência e luta” dos trabalhadores por direitos e contra retrocessos representados, na atualidade, pelo governo Bolsonaro.

O parlamentar disse, exemplificando, que o voto feminino, conquistado no Brasil em 1932, através do Decreto nº 21.076, e consolidado na Constituição de 1934, salário mínimo e férias, implementados no Governo Vargas, na década de 30, são frutos desse processo histórico de luta da classe trabalhadora.

“Foi através da organização e luta da classe trabalhadora que as mulheres conquistaram o direito ao voto em 1932 e que foram conquistados, também na década de 30, direitos trabalhistas como salário mínimo, férias e descanso semanal remunerado. É com essa história de resistência que os trabalhadores brasileiros estão nas ruas para dizer sim à aposentadoria, sim à educação, e não a reforma da previdência, não aos cortes na educação e todas medidas desse desgoverno que tanto mal faz ao Brasil como apontam todos indicadores sociais e econômicos”, enfatizou Robinson.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106736 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]