Vereadores repercutem aumento dos casos de dengue em Feira de Santana

José Menezes (Zé Filé): das 21 pessoas falecidas na Bahia por dengue, 11 eram de Feira de Santana.
José Menezes (Zé Filé): das 21 pessoas falecidas na Bahia por dengue, 11 eram de Feira de Santana.
José Menezes (Zé Filé): das 21 pessoas falecidas na Bahia por dengue, 11 eram de Feira de Santana.
José Menezes (Zé Filé): das 21 pessoas falecidas na Bahia por dengue, 11 eram de Feira de Santana.

José Menezes pede atenção do Município para os casos de dengue

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (17/06/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) repercutiu o pronunciamento do colega Roberto Tourinho (PV), que criticou o Município diante dos casos de dengue registrados na cidade.

“Ouvi atentamente o pronunciamento de Tourinho a respeito da dengue e digo que a situação é triste. Das 21 pessoas falecidas na Bahia por dengue, 11 eram de Feira de Santana. É uma tristeza olhar para um lado e para o outro e não ver ninguém se responsabilizando. A culpa é da secretária, mas é preciso saber se o prefeito está dando condições de trabalho a ela. Já tem um vírus por ai, atingindo as crianças, impedindo que elas fiquem de pé. É preciso saber o que está acontecendo. As unidades de saúde estão todas lotadas. Pior é que os médicos não conhecem esse vírus e não estão sabendo o que fazer. Enquanto a casa dele não cai, a dos outros podem cair. Peço ao prefeito e a secretária mais dedicação com a saúde”, pontuou Zé Filé.

E continuou. “Feira de Santana não tem estrutura para chuva. É preciso atenção do Município. Temos casas fechadas que são focos de dengue. Acredito que a população está fazendo seu papel, mas o Poder Público não. Vejam o que está acontecendo no Complexo Policial. Mas, na Secretaria de Transporte também têm carros parados há muito tempo, com poças de água”, relatou.

Segundo Zé Filé, esta não é uma crítica, e sim um alerta ao Município. “Estou abrindo os olhos do Governo para ver se resolvem essa situação. Quem mora no 20º andar, com ar condicionado, os mosquitos não chegam, mas quem mora na Lagoa ou perto desses locais e não tem nem um ventilador, não está livre dos mosquitos. Precisamos falar sempre o assunto e a imprensa também. Isso não é crítica ao Governo, queremos solução. Têm pessoas que estão abandonadas, dormindo em meio a água e o Município precisa se preparar para as chuvas. As pessoas estão morrendo nos hospitais. O Município deve fazer um trabalho preventivo, pois assim não gasta depois para resolver. É preciso investir para que a população viva melhor”, findou.

Vereador aborda surto de dengue em Feira de Santana

A Audiência Pública que debateu a situação da apreensão e guarda dos veículos nas dependências do Complexo Policial Investigador Bandeira foi repercutida pelo vereador Isaías dos Santos (PSC), durante discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (17). “Há tempos venho batendo nesta tecla. Cobro uma providência a respeito daquele local. O estacionamento se tornou a maternidade do mosquito Aedes aegypti”, relatou o edil.

Emocionado, ele lamentou a morte da pequena Eva Sofia, de 1 ano e 6 meses, que faleceu no fim de semana em decorrência da dengue. “Fui ao funeral e de longe foi o momento mais triste que já presenciei. É doloroso perder sua filha tão novinha, com certeza os pais tinham sonhos e projetos e tudo isso foi por água. Uma família foi dilacerada por irresponsabilidade de terceiros”, disse.

Ainda na tribuna, Isaías de Diogo denunciou outro foco do mosquito no bairro Santa Monica e solicitou que o Poder Público tome providência em relação ao imóvel abandonado. “Soube que na Santa Mônica, rua Madeira, número 57, existe uma casa com piscina cheia, provavelmente cheio de larvas e mosquito. Peço que a Secretaria do Meio Ambiente procure o proprietário, ou autorize os agentes de endemias a entrarem na casa. Porque quem deixa água parada também pode ser considerado um criminoso”, disse.

Ao finalizar, ele chamou a atenção da população para a prevenção e combate a dengue. “O povo precisa acordar e encarar de frente o perigo que estamos vivendo. Só na última semana cerca de 10 pessoas morreram por conta da dengue. Nessa temporada de chuva verifiquem os quintais, não joguem lixo na rua. É um favor que vocês fazem”, aconselhou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108139 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]