Valorização do Futebol Feminino na Bahia é debatido na ALBA

Jogadoras do futebol feminino.

Jogadoras do futebol feminino.

O debate sobre a valorização do futebol feminino na Bahia, bem como a relevância da inclusão da mulher no esporte, e os meios de patrocínio e apoio foram os principais pontos destacados na Sessão Especial “Políticas de Valorização do Futebol Feminino na Bahia”. A atividade foi proposta pela e aconteceu nessa quarta (27/06/2019) pela manhã, no Plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

A Banda Didá de percussão feminina, que acompanhou todo o processo de participação da seleção brasileira feminina na Copa do Mundo, fez a abertura da sessão. Um dos principais desdobramentos da atividade foi o anúncio feito pelo secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Davidson Magalhães. O gestor lembrou que o Governo da Bahia vai lançar, até o final de agosto, o maior programa do Brasil de incentivo à iniciação esportiva no futebol feminino.

Já a deputada Olívia Santana, presidente da Comissão dos Direitos da Mulher da Alba, ressaltou a necessidade do debate, principalmente para dar visibilidade à situação dos clubes de futebol feminino do estado. “É preciso reconhecer o trabalho do futebol feminino como uma profissão digna e necessária. A mulher é mais da metade da humanidade. Precisamos de um ajuste de contas e garantir dignidade no universo do futebol feminino para que essas mulheres possam projetar suas carreiras”, lembrou Olívia. A parlamentar também fez questão de destacar o anúncio do esporte clube vitória, que vai assinar as carteiras das jogadas do time feminino do clube.

Durante seu pronunciamento, a treinadora da Seleção Brasileira Feminina de Futebol 7, Dilma Mendes, lembrou que a realização da sessão certamente trará ideias e ações importantes para o futebol feminino na Bahia. Falou também sobre a gestão do futebol feminino. “Precisamos de mais políticas afirmativas. Precisamos de base. Como teremos grandes jogadoras e bons resultados sem ter uma boa base?”.

O anúncio de um novo campeonato para os times de futebol feminino da Bahia também foi feito. “Temos como projeto fazer o Campeonato Baiano Intermunicipal de Futebol Feminino, porque entendemos que esse é um produto mercadológico tão ou mais forte que o baiano. Teremos uma média de 64 equipes participando da competição”, frisou o vice-presidente da Federação Bahiana de Futebol, Manfredo Lessa.

O diretor-geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), Vicente Neto, deixou como sugestão uma iniciativa: o aumento do recurso para o fomento destinado à Sudesb.

A jogadora do time feminino do Esporte Clube Vitória, Tainara Silva, deixou seu recado “Somos mulheres e fazemos sim o que queremos. Podemos participar de algo valioso no mundo. Seja mulher e valorize tudo o que se tem hoje para que possamos conquistar algo maior amanhã”.

A união das jogadoras e a dificuldade para ingressar na carreira foi lembrada pela jogadora Vanessa Silva do São Francisco do Conde Esporte Clube, o qual a deputada Olívia Santana foi convidada para ser a madrinha, e aceitou com muita honra, durante o evento.

Também participaram da mesa da sessão: as deputadas Jusmari Oliveira e Maria del Carmen; a apresentadora da TVE, Ayana Simões; a chefe de gabinete da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia, Daniele Costa; a presidenta nacional da Unegro, Ângela Guimarães; e Lívia Almeida, coordenadora de Direitos Humanos da Defensoria Pública da Bahia;

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]