“Sérgio Moro agiu como militante e é um estorvo para o Governo Bolsonaro”, diz deputado Joseildo Ramos

Deputado Joseildo Ramos critica conluio, âmbito do Caso Lava Jato, estabelecido pelo então juiz Sérgio Moro e Deltan Dalagnol procurador da República.
Deputado Joseildo Ramos critica conluio, âmbito do Caso Lava Jato, estabelecido pelo então juiz Sérgio Moro e Deltan Dalagnol procurador da República.
Deputado Joseildo Ramos critica conluio, âmbito do Caso Lava Jato, estabelecido pelo então juiz Sérgio Moro e Deltan Dalagnol procurador da República.
Deputado Joseildo Ramos critica conluio, âmbito do Caso Lava Jato, estabelecido pelo então juiz Sérgio Moro e Deltan Dalagnol procurador da República.

O deputado federal Joseildo Ramos (PT) subiu na tribuna da Câmara nesta quarta-feira (12/06/2019) para comentar o vazamento das conversas entre o ministro Sérgio Moro e o procurador do MPF, Deltan Dallagnol, reveladas após reportagem do site The Intercept. Segundo o parlamentar, ficou claro que ex-juiz agiu como militante partidário contra Lula e o PT, ultrapassou todos os limites das prerrogativas do cargo e que agora não tem mais condição de continuar como ministro e chefe da Polícia Federal.

“Moro é hoje um estorvo cuja a sua sustentação levará o governo a sua definitiva derrocada. Um juiz que recebeu de presente o cargo de ministro fruto de uma negociação e que estava a caminho de um STF cada vez mais distante. É a volta do cipó de aroeira no lombo de quem mandou dar”, comentou.

De acordo com o parlamentar, a defesa do ex-juiz, pautada no suposto hackeamento, não se sustenta já que o que está em jogo é o conteúdo do diálogo.Quando grampearam ilegalmente a ex-presidente Dilma, eles diziam que o que estava em jogo era o interesse público. Ora, se não é um direito do país saber das práticas de um juiz militante que deveria abrir o jogo e fazer sua carreira na política”, concluiu.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105795 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected].