Petrobras retoma programa de desinvestimento no setor de fertilizantes: Governo Bolsonaro aprofunda política de desemprego estrutural

Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.

A Petrobras pode retomar o programa de desinvestimento no setor de fertilizantes. De acordo com a companhia, a 24ª Vara Federal do Rio de Janeiro revogou a decisão liminar que suspendia a venda de 100% de sua participação acionária na empresa Araucária Nitrogenados S.A. (Ansa) e da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III).

Agora, a Petrobras pode voltar ao processo competitivo para a venda dessas unidades. Para isso, a companhia continua com sua Sistemática para Desinvestimentos e se alinha ao regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, conforme prevê o Decreto 9.188/2017.

“A operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas”, informou a Petrobras em nota divulgada na noite desta sexta-feira (14).

Sobre Carlos Augusto 9518 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).