Nova sede do Neojiba é implantada em prédio histórico no Bairro Liberdade em Salvador

Vista da sede dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, projeto Neojiba, Parque do Queimado, no Bairro Liberdade, em Salvador.

Vista da sede dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, projeto Neojiba, Parque do Queimado, no Bairro Liberdade, em Salvador.

As atividades dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA) agora são realizadas em um novo espaço, no Parque do Queimado, no bairro da Liberdade, em Salvador. A inauguração oficial da primeira etapa da nova sede está prevista para o mês de julho de 2019, mas já comporta as atividades dos estudantes beneficiados pela iniciativa. Para que a mudança fosse viabilizada, o Governo do Estado investiu R$ 13,5 milhões, divididos entre a gestão estadual e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O local que passa a abrigar o Neojiba é parte da história da Bahia. No Parque do Queimado funcionou a primeira companhia de distribuição de água do Brasil, tendo sido inaugurada por Dom Pedro II e a imperatriz Tereza Cristina. O imóvel do século XIX é considerado um marco da engenharia no Brasil. Para receber as atividades do Neojiba, uma série de adequações precisou ser realizada na edificação tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O arquiteto responsável pela obra, Sérgio Eckerman, destaca que o principal o desafio foi preparar o prédio secular para um novo uso. “Foi um trabalho muito difícil de adaptar um prédio muito antigo, que já tinha a sua história e suas próprias camadas. Por outro lado, era uma edificação sem uma utilização definida há muito tempo. O grande desafio foi compatibilizar os requisitos técnicos de transformação desse edifício numa escola de música, numa sala de concerto. É uma obra de 14 meses, que envolveu a requalificação das fachadas, das janelas e esquadrias originais”, explica.

O complexo trabalho de adaptação do prédio envolveu a empresa suíça Butikofer de Oliveira Vernay Architectes, que ficou responsável pelo conjunto do projeto arquitetônico. O trabalho obedeceu a uma série de orientações da empresa japonesa Nagata Acoustics, que assina o tratamento acústico do espaço. Este projeto, inclusive, é o primeiro no Brasil assinado pela Nagata Acoustics, responsável por projetos das melhores salas de concerto do mundo, como a Nova Philarmonie, de Paris, e o Disney Hall, em Los Angeles.

A nova sede é um dos poucos lugares do mundo onde é possível encontrar o silêncio absoluto. O termo, muito comum no universo musical, faz referência a um espaço em que os ruídos e barulhos externos não são bem-vindos. Para alcançar tal nível de excelência, o prédio possui janelas com isolamento térmico e acústico, aparelhos de ar-condicionado instalados a partir do piso, cortinas belgas, madeira suíça no palco da sala principal, entre outras especificações.

Transformação social

O diretor-geral do programa, o maestro e pianista Ricardo Castro, afirma que a nova sede pode ser considerada o equipamento musical mais bem equipado do país. “Este era um sonho que nós estamos realizando agora. É um local que está entre os melhores espaços para a prática musical no mundo. É justamente disso que precisamos na Bahia, pois aqui conseguimos nos isolar do mundo externo e fazer um trabalho de qualidade. A implantação de uma atividade como essa, nesse bairro, vai colaborar para que haja uma transformação para melhor de todo o entorno. Faz com que a população se sinta prestigiada numa ação do Governo do Estado que traz para ela o há de melhor no mundo”.

Em um ambiente carregado pelo simbolismo histórico, a nova sedo no Parque do Queimado vira cenário na construção de novas narrativas dos jovens atendidos pelo Neojiba. Luís Felipe, 16 anos, está no programa há oito anos e descobriu o poder de transformação da música no Neojiba. Para ele, o projeto é a certeza de uma história com final feliz. “Foi aqui no Neojiba que eu encontrei o meu parceiro da música: o violoncelo. Por isso, estou aqui cinco dias da semana. Moro em Simões Filho e a rotina é cansativa, mas basta pensar em tudo que aprendo que o cansaço logo passa. O Neojiba me tirou de baixo e me trouxe para um universo de cultura e de aprendizado constante”.

A sede do programa está instalada em área de 10 mil metros quadrados do Parque do Queimado, sendo mil metros quadrados de área construída. O projeto da estrutura inclui uma sala de espetáculos para música de câmara, com capacidade para 140 pessoas; um prédio com saguão de entrada, bilheteria, loja, bastidores; um edifício com sala de ensaio de 180 e 300 metros quadrados; e outra construção com 15 salas de ensaio.

Neojiba

Fundado pelo maestro e pianista Ricardo Castro em 2007, o Neojiba já atendeu mais 10 mil crianças, adolescentes e jovens seja na capital ou no interior do estado. O programa oferece atividades educativas, pedagógicas e sociais, com o objetivo principal de incentivar o desenvolvimento e a formação cidadã de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade por meio da música. O programa realizou mais de 1,3 mil apresentações artísticas, com mais de 700 mil espectadores, em cidades do Brasil, Estados Unidos e Europa.

Atualmente, o Neojiba reúne mais de 1,800 beneficiados, entre 6 e 29 anos, que participam das atividades em Salvador e municípios de 13 territórios de identidade do estado. O programa é uma ação de política pública do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), e participação da sociedade e de entidades e empresas parceiras, nacionais e estrangeiras.

Aluna do projeto NEOJIBA toca violino.

Aluna do projeto NEOJIBA toca violino.

Confira imagens

Loading Images
wpif2_loading
Vista da fachada do edifício principal do Parque do Queimado, sede do Programa NEOJIBA
Vista da fachada do edifício principal do Parque do Queimado, sede do Programa NEOJIBA
Vista da fachada do edifício principal do Parque do Queimado, sede do Programa NEOJIBA
Sede do Neojiba é instalada no Parque do Queimado, no Bairro Liberdade, em Salvador 201906191
Sede do Neojiba é instalada no Parque do Queimado, no Bairro Liberdade, em Salvador
Aluna do projeto NEOJIBA toca violino
Alunos do Núcleo Estadual de Orquestra Juvenil e Infantil da Bahia (Neojiba) participam de aula em Salvador
Vista da sede dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, projeto Neojiba 201906271

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]