Morre o jornalista Clóvis Rossi; Ele atuava no Jornal Folha de S. Paulo e escreveu reportagens de repercussão no país

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Clóvis Rossi (São Paulo, 25 de janeiro de 1943 — São Paulo, 14 de junho de 2019) foi um jornalista brasileiro.
Destacado jornalista, Clóvis Rossi morre aos 76 anos.
Clóvis Rossi (São Paulo, 25 de janeiro de 1943 — São Paulo, 14 de junho de 2019) foi um jornalista brasileiro.
Destacado jornalista, Clóvis Rossi morre aos 76 anos.

Morreu hoje (14/06/2019), em São Paulo, aos 76 anos, Clóvis Rossi, jornalista da Folha de S. Paulo, ganhador de vários prêmios jornalísticos e autor dos livros “Clóvis Rossi, Enviado Especial, 25 Anos ao Redor do Mundo” e “O Que é Jornalismo”. Ele estava em casa, onde se recuperava de infarto sofrido há uma semana.

Nascido m 1943, no bairro do Bexiga, em São Paulo, Rossi começou no jornalismo em 1963. Trabalhou nos jornais Correio da Manhã, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Teve ainda passagens pelas revistas Isto É e Autoesporte e pelo Jornal da República e manteve blog no espanhol El País.

Clóvis Rossi trabalhou desde 1980 na Folha, foi correspondente deste jornal em Buenos Aires e escreveu reportagens de grande repercussão no país durante os períodos de abertura política, aprovação da Constituição de 1988, posses de presidentes da República e mudanças da política externa brasileira. Deixa mulher, três filhos e três netos.

Resumo biográfico

Nascido no bairro do Bexiga, filho de Olavo, vendedor de maquinas pesadas, e de Olga, artesã, Clóvis Rossi formou-se em jornalismo pela Fundação Cásper Líbero, e iniciou na carreira em 1963.

Jornalista com mais de 50 anos de carreira, trabalhou em três dos quatro grandes jornais do país: o O Estado de S. Paulo, a Folha de S.Paulo e o Jornal do Brasil.

Foi editor-chefe do Estado de S. Paulo, participou de incontáveis coberturas internacionais tanto por O Estado de S.Paulo como pela Folha, pela qual foi correspondente em Buenos Aires e Madri.

Tem textos publicados produzidos em todos os cinco continentes e um verdadeiro recorde de coberturas de transição do autoritarismo para a democracia: na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai, toda a América Central, Espanha, Portugal e África do Sul.

Entre 2017 e 2019, atuou como colunista do jornal Folha de S.Paulo.

Confira vídeo

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112887 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]