Feira de Santana: Vereador aborda reforma da Previdência e leva informações sobre a iluminação pública de Feira de Santana

Marcos Lima: eu vi que o Senado tem se colocado contra a reforma, inclusive os senadores baianos votaram contra a proposta de ‘pente fino’ no INSS.
Marcos Lima: eu vi que o Senado tem se colocado contra a reforma, inclusive os senadores baianos votaram contra a proposta de ‘pente fino’ no INSS.
Marcos Lima: eu vi que o Senado tem se colocado contra a reforma, inclusive os senadores baianos votaram contra a proposta de ‘pente fino’ no INSS.
Marcos Lima: eu vi que o Senado tem se colocado contra a reforma, inclusive os senadores baianos votaram contra a proposta de ‘pente fino’ no INSS.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (05/06/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador e líder do Governo na Câmara, Marcos Lima (Patriota) tratou sobre a reforma da Previdência e levou informações sobre a iluminação pública de Feira de Santana.

Antes de Marcos Lima iniciar o discurso, o petista Alberto Nery fez uso da palavra com o pedido de aparte. “Não acredito que o Governo do Estado está querendo tirar a previdência estadual da nacional. Esse dinheiro pode ser investido em melhorias para o país. Ainda não ouvir a posição do Governo sobre isso”, informou.

Já com o uso da palavra, Marcos Lima disse estar acompanhando a tentativa de aprovação da reforma da Previdência. “Eu vi que o Senado tem se colocado contra a reforma, inclusive os senadores baianos votaram contra a proposta de ‘pente fino’ no INSS. Os senadores acham que vai prejudicar os sindicatos, então não estão preocupados com a população e sim com os sindicatos que apoiaram o PT nas eleições. Se tirar o estado da Bahia da reforma, o governador terá problemas. Será um grande prejuízo e perigo de os aposentados ficarem sem os proventos”, pontuou Marcos.

Em aparte, o edil Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), o Estado já estava com PL de aumentar o desconto da alíquota de imposto de 12% para 14%.  Acredito que já está havendo dificuldade para o pagamento de pessoal”, disse.

Também em aparte, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) lembrou algumas ações do Estado que, segundo ele, não são benéficas ao povo. “Aumentou o desconto do Planserv, prejudicando 23 mil aposentados. São milhões em déficit e esquecem que o PT passou mais de 12 anos no poder, aumentando o rombo da previdência no Estado. Há cinco anos que não reajusta o salário do servidor e cortou o salário dos servidores da UEFS, por conta da greve que já dura 50 dias”, observou.

De volta com a palavra, o líder governista ressaltou que o PT tem votado contra as propostas de reformas apresentadas pelo Presidente da República. “Isso não é bom para nosso país. Hoje temos governadores cortando muito e se continuar assim quem vai sofrer é a Previdência e os funcionários públicos, que não vão receber. Se o Estado da Bahia continuar indo contra o governo Bolsonaro passaremos por um colapso. Já estou avisando aos funcionários do Estado. O atual Governo do Estado não está preocupado com o povo e sim de ir contra o Governo Federal e quem ‘paga o pato’ é o servidor”, afirmou.

Participando do debate, o edil Edvaldo Lima (PP) informou que o Governo Federal só tem recursos para custear as despesas deste mês. “A partir do mês que vem não tem dinheiro para pagar Bolsa Família, aposentados, pensionistas e mais”, avaliou.

Novamente com o uso da palavra, Marcos Lima disse que deixaram o país quebrando como herança para o atual Governo Federal. “Precisa fazer reforma para que o país não vá para o buraco, caso contrário a inflação vai prevalecer e vamos passar tempos difíceis no Brasil. Quem é militante do PT e conhece o cenário, faça contato com os deputados e senadores e peça que aprovem essa reforma”, pediu.

Iluminação

Ainda no uso da palavra, Marcos Lima levou informações sobre a iluminação pública da cidade. “É importante sempre trazer o debate, mas algumas coisas precisam ser esclarecidas. Alguns lugares precisam da troca de lâmpada. O Executivo fez uma licitação para trocar todas as lâmpadas por led. Mas, uma empresa ganhou e outra colocou na Justiça, o que passa anos sem resolver. A Prefeitura faz contrato emergencial para que empresas façam a troca, mas o objetivo do Executivo é trocar todas por led, o que dará mais luminosidade e qualidade à cidade e com isso proporcionar mais segurança”, explicou.

Para finalizar, Marcos reiterou que os recursos aplicados pelo Governo são alto, por isso várias empresas querem participar e acabam ingressando com ações na Justiça. “O Município está trabalhando para trocar essas lâmpadas e para isso fez uma parceria com a Caixa Econômica Federal. Milhões de reais serão investidos nessa troca. O Governo tem dado suporte aos bairros, que vem crescendo e exigindo mais pontos de iluminação”, findou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108610 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]