Feira de Santana: Luz Augusto critica saída do pastor Valdemir da Igreja do Evangelho Quadrangular por razões políticas; Vereadores rebatem discurso

Luiz Augusto (Lulinha): o chefe da igreja Quadrangular quer lançar o seu filho como candidato e por isso transferiu Valdemir para uma localidade bem afastada de Feira.
Luiz Augusto (Lulinha): o chefe da igreja Quadrangular quer lançar o seu filho como candidato e por isso transferiu Valdemir para uma localidade bem afastada de Feira.
Luiz Augusto (Lulinha): o chefe da igreja Quadrangular quer lançar o seu filho como candidato e por isso transferiu Valdemir para uma localidade bem afastada de Feira.
Luiz Augusto (Lulinha): o chefe da igreja Quadrangular quer lançar o seu filho como candidato e por isso transferiu Valdemir para uma localidade bem afastada de Feira.

Durante sessão ordinária desta terça-feira (25/06/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, os vereadores Edvaldo Lima e Isaías dos Santos (Isaías de Diogo) rebateram discurso de Luiz Augusto de Jesus (Lulinha) sobre saída do pastor Valdemir da Igreja do Evangelho Quadrangular do Bairro Feira IX.

Luiz Augusto presta solidariedade a pastor da Igreja Quadrangular

Após os festejos juninos, durante a sessão ordinária, na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM) usou a tribuna para parabenizar os festejos realizados nos distritos da cidade. “Tive a oportunidade de visitar os distritos e pude ver a beleza, dedicação e alegria do povo. Parabéns pela organização. O São João é a festa mais esperada pelo feirense e este ano foi uma maravilha”, comentou o vereador.

Ainda na tribuna, o edil se mostrou contra a transferência do pastor evangélico de prenome Valdemir, da igreja do Evangelho Quadrangular, no conjunto Feira IX. Segundo Lulinha, o pastor foi afastado pelo presidente da instituição, após manifestar o desejo de se candidatar a vereador nas próximas eleições.

“Conheci a história do pastor Valdemir. Ele sempre se dedicou a igreja, chegou a vender terreno e carro para ajudar na construção do templo. É um excelente líder para a comunidade onde reside. O chefe da igreja Quadrangular quer lançar o seu filho como candidato e por isso transferiu Valdemir para uma localidade bem afastada de Feira. Essa foi a forma que retribuíram anos de dedicação. Os fieis estão revoltados e se desligaram da igreja. Presto meu apoio e solidariedade ao pastor Valdemir” frisou Lulinha.

Edvaldo Lima rebate discurso de Luiz Augusto

O vereador Edvaldo Lima (PP) rebateu o discurso do edil Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), que criticou a saída do pastor Valdemir da Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Feira IX.

“Vir nesta tribuna para defender a nossa população. O vereador Lulinha não tem credibilidade para atingir aos cristãos do nosso Município, nem fazer trampolim políticos para evangélicos. Sou representante dos evangélicos nesta Casa. Quanto à questão interna dos evangélicos, nós resolvemos entre nós. Não queira atingir os evangélicos, querendo jogar um contra o outro. Quer atingir a moral dos cristãos. Lulinha, respeite os evangélicos e não compare cristão com homossexuais. Homossexualismo não é religião”, pontuou Edvaldo.

Em aparte, o edil Isaías dos Santos (PSC) parabenizou o colega pelo discurso. “Esse não é assunto para tratar nesta tribuna, nosso objetivo aqui é defender o povo”, disse.

Lulinha presta solidariedade a pastor da Igreja Quadrangular

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (25), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM) repercutiu a saída do pastor Valdemir da Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Feira IX e pediu o cumprimento da Lei de sua autoria, que visa instalação de ar condicionado e ventilador em escolas municipais construídas ou reformadas.

Antes de adentrar ao assunto, o vereador Lulinha lamentou o falecimento do irmão do vereador João dos Santos. “Deus conforte sua família”, desejou.

E passou a tratar sobre a saída do pastor Valdemir da Igreja do Evangelho Quadrangular. “Quero registrar que está presente aqui o pastor e amigo Roque Júnior, conhecido como Júnior Imports. Tem uma igreja no Feira IX e é amigo de pastor Valdemir. Devemos ser solidários com ele, pois foi expulso da Igreja que fundou e que fez crescer. Falei porque aconteceu com a pessoa que é meu amigo e por política foi retirado de sua Igreja, que inclusive investiu recursos próprios e deve entrar com ação judicial para ser ressarcido”, pontuou Lulinha.

E continuou. “Queriam obrigar ele a apoiar um candidato que ele não queria, por isso foi retirado da sua Igreja. Isso aconteceu há alguns anos com pastores da Universal. Fui solidário com o pastor Valdemir e a comunidade se manifestou solidária também, inclusive os 300 fiéis que eram da igreja pegaram suas cadeiras e levaram para casa. Os outros pastores renunciaram os cargos. Ele não pode perder o cargo porque pretende ser candidato a vereador. Ele não tem nada a esconder, tudo feito por ele foi de forma pública e transparente. O pastor Necivaldo também foi retirado da coordenação das igrejas do Evangelho Quadrangular porque seu filho anunciou em redes sociais que seria candidato a vereador”, relatou.

Ainda segundo Lulinha, os vereadores Isaías dos Santos (PSC) e Edvaldo Lima (PP) acharam ruim porque eu fui solidário ao pastor Valdemir. O vereador pode falar a verdade nesta tribuna quando quiser. Edvaldo Lima tem posicionamentos preconceituosos; é contra os homossexuais, faz discursos preconceituosos. O que não posso é falar mentiras a aqui. Vossa excelência deveria ser a favor do pastor, por saber o serviço que ele prestou naquela comunidade. Ele investiu muito naquela igreja. Aqui são 21 vagas, se for para ele vir que venha. Todos têm direito de estar nesta Casa”, retrucou.

Isaías dos Santos critica posicionamento de Luiz Augusto

O vereador Isaías dos Santos (PSC) teceu duras críticas ao posicionamento do colega Lulinha (DEM). Para ele, Lulinha foi infeliz em debater assuntos de natureza religiosa na tribuna da Casa.

“O meu colega deveria se ater a questões que dizem a seu respeito. O senhor não pertence a igreja. Não sabe o que aconteceu de fato e já tomou partido. O pior de tudo é usar esta tribuna para repercutir um assunto interno de igrejas. Se restrinja a debater assuntos políticos e de interesse público”, disparou Isaías.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) expressou repúdio a postura de Lulinha. “As questões internas das igrejas ficam lá. O meu colega quer fazer manchete em cima disso. Não use a igreja para isso”, aconselhou.

De volta com a palavra, Isaías de Diogo cobrou do Governo do Estado a duplicação da BA 502 que interliga Feira de Santana a São Gonçalo. “Ser solidário é se preocupar com o outro. Meu coração ficou em pedaços com o acidente que aconteceu na estrada para São Gonçalo. Peço as autoridades que tomem as devidas providências. Chega de irregularidade, chega de morte”, findou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112829 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]