Feira de Santana: Escola Demósthenes de Brito promove festa com sanfoneiro deficiente visual

Escola Demósthenes de Brito promove apresentação musical durante encerramento do projeto ‘Obrigado ao homem do campo’.
Escola Demósthenes de Brito promove apresentação musical durante encerramento do projeto ‘Obrigado ao homem do campo’.
Escola Demósthenes de Brito promove apresentação musical durante encerramento do projeto ‘Obrigado ao homem do campo’.
Escola Demósthenes de Brito promove apresentação musical durante encerramento do projeto ‘Obrigado ao homem do campo’.

Desde o início de junho, o homem do campo tem sido um dos temas centrais de estudo na Escola Municipal Doutor Demósthenes Álvaro de Brito, do Bairro Mangabeira. A visita de Joaquim Alcides da Silva à unidade de ensino, na última segunda-feira (17/06/2019), marcou o encerramento do projeto “Obrigado ao homem do campo”. Estudantes de todas as turmas do 1º ao 5º ano participaram das atividades.

Joaquim é homem do campo. Atualmente, ele e sua família vivem na sede de Feira de Santana, mas suas raízes estão na zona rural.  Além de sanfoneiro do grupo “Os Cancioneiros”, Joaquim é deficiente visual. Sua presença na culminância do projeto, além de apresentar aos jovens uma figura fiel ao tema de seu projeto, foi uma forma de exercitar a inclusão na vida das crianças.

Durante sua apresentação, ele contou como aprendeu a manusear o instrumento – inicialmente com baixa visão. Primeiro, aprendeu as notas, depois algumas músicas e hoje, Joaquim integra o grupo de forró formado por ele e mais quatro irmãos – dentre os quais há também outro deficiente visual. Quando perdeu completamente a visão, relata, foi se adaptando, se concentrando mais no uso das mãos, no tato.

“Buscamos explorar essas diversas possibilidades e trazê-las para dentro da escola. Conhecer o homem do campo e, através disso, a própria música, o instrumento, que é a sanfona. Aliado a isso, abordamos a inclusão, o respeito às diferenças. Percebemos como as crianças ficaram admiradas ao vê-lo tocando, fazendo várias perguntas, o que evidencia também certo distanciamento deles de pessoas com deficiência”, conta a professora Sara Barbosa, que também é vice-diretora da escola.

O objetivo do projeto é apresentar uma releitura da figura do homem do campo, entender sua participação nos festejos juninos, aproveitando o clima do São João, e estudar suas especificidades. Durante as aulas, os estudantes fizeram pesquisas para entender os benefícios proporcionados por essas pessoas aos que moram na zona urbana, estudaram o contexto da música “Asa Branca”, entre outras atividades. A escola também apresentou uma exposição com utensílios utilizados pelos agricultores.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112556 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]