FAPESB oficializa lançamento do edital Centelha Bahia

Edital Centelha Bahia, que vai financiar negócios inovadores, foi lançado no Espaço Lazareto, na Federação.
Edital Centelha Bahia, que vai financiar negócios inovadores, foi lançado no Espaço Lazareto, na Federação.
Edital Centelha Bahia, que vai financiar negócios inovadores, foi lançado no Espaço Lazareto, na Federação.
Edital Centelha Bahia, que vai financiar negócios inovadores, foi lançado no Espaço Lazareto, na Federação.

O estado da Bahia acaba de dar mais um passo rumo a construção de um futuro inovador. O Edital Centelha Bahia, que vai financiar negócios inovadores, foi lançado no Espaço Lazareto, na Federação, na manhã desta terça-feira (18/06/2019). O evento reuniu colaboradores da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), das universidades estudais e federais, e do ecossistema de inovação do estado.

O Centelha Bahia irá conceder R$ 1.620.000,00 para capacitar empreendedores que buscam desenvolver produtos, processos ou serviços que possam otimizar a vida da população baiana, através de negócios inovadores. De acordo com a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, ofertar financiamento aos projetos é uma forma de beneficiar a sociedade com as ideias que são produzidas no campo científico. “O próprio nome ‘Centelha’, em alusão a como este projeto é percursor em disseminar conhecimento científico, dá o sentido de início, de uma chama que primeiro desperta, depois se espalha, e por fim se estabelece em todos os campos”, afirmou.

O diretor da Fapesb, Márcio Costa, também acredita que é necessário trazer o projeto teórico para a prática e, assim, impactar em melhorias para a sociedade. Segundo ele, a tecnologia impulsiona a produtividade e gera redução de custo. “Um projeto científico pode se transformar em construção de moradias sociais, remédios mais baratos e até novas vacinas para combater doenças. É necessário entender que quando se fala de inovação, ela não deve ser tratada como um custo, e sim, um investimento, porque tudo que é destinado para produção científica retorna como benefício para a sociedade”, destacou.

O gerente do Departamento de Fomento à Interação entre Ciências Aplicadas e Inovação da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), Marcelo Camargo, afirmou que a união entre os órgãos presentes irá certificar que este projeto tenha continuidade para que a Bahia receba o retorno merecido. Conforme afirmou, a expectativa é lançar novos editais, como o Centelha, nos próximos anos.

Também estiveram presentes na cerimônia a reitora de Pesquisa de Pós-Graduação da Uefs, Silvane Santos, e representando a Pró Reitoria da Ufba, André Garcês, bem como a secretária de Cultura do Estado, Arany Santana, o presidente da Academia de Ciências da Bahia, Jailson Bittencourt, e o reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Silvio Soglia.

A iniciativa da Fapesb, que é vinculada à Secti, integra os esforços do Governo do Estado para impulsionar setores estratégicos da economia local, utilizando a criatividade baiana para gerar renda e empregos. O Programa Centelha é resultado de uma ação cooperada de parceiros do Ecossistema de Inovação. Na Bahia, a execução é da própria Fapesb, enquanto no âmbito federal fica por conta da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). São também apoiadores o Conselho das Fundações de Amparo (CONFAP), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e a Fundação CERTI.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111056 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]