Empresa Vale investirá US$ 1,9 bi para fechar nove barragens

Protesto contra empresa Vale em solidariedade às vítimas de Brumadinho.
Protesto contra empresa Vale em solidariedade às vítimas de Brumadinho.
Protesto contra empresa Vale em solidariedade às vítimas de Brumadinho.
Protesto contra empresa Vale em solidariedade às vítimas de Brumadinho.

A mineradora Vale disse que gastará 1,9 bilhão de dólares para fechar nove barragens de rejeitos em Minas Gerais, de acordo com uma declaração à Comissão de Valores Mobiliários, na noite de sexta-feira.

A empresa investirá entre 150 milhões de dólares e 200 milhões de dólares em 2019, por volta de 500 milhões de dólares em 2020 e entre 150 milhões de dólares e 200 milhões de dólares nos anos seguintes. A empresa também disse que investirá em avaliações correntes de projetos de engenharia e despesas para outras estruturas geotécnicas.

O anúncio da Vale acontece depois do rompimento de uma barragem, em janeiro, que matou centenas de pessoas em Brumadinho (MG), o segundo desastre desse tipo em três anos.

A empresa havia dito anteriormente que investiria 1,9 bilhão de dólares para fechar nove barragens, mas não havia dado detalhes de como o dinheiro seria utilizado.

Na declaração, que inclui slides para investidores, a Vale afirmou que duas barragens rio acima serão completamente fechadas em três anos. Outras cinco serão transformadas em barragens rio abaixo, antes de serem fechadas, e duas terão fatores de segurança reforçados antes de serem fechadas.

“Não poupamos e não pouparemos recursos ou esforços para reparar quaisquer danos causados às famílias envolvidas, à infraestrutura das comunidades e ao meio ambiente”, disse o diretor-presidente da empresa, Eduardo Bartolomeo, em uma apresentação aos investidores.

*Por Carolina Mandl, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111058 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]