Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados aprova convite para ouvir ministro Sérgio Moro sobre ‘As mensagens secretas da Lava Jato’

Deputados da oposição pediram a saída do ministro Sérgio Moro e a abertura de CPMI. Reportagens do The Intercept revelam conluio entre membro do Poder Judiciário e procuradores da República que atuam na força-tarefa do Caso Lava Jato.
Deputados da oposição pediram a saída do ministro Sérgio Moro e a abertura de CPMI. Reportagens do The Intercept revelam conluio entre membro do Poder Judiciário e procuradores da República que atuam na força-tarefa do Caso Lava Jato.
Deputados da oposição pediram a saída do ministro Sérgio Moro e a abertura de CPMI. Reportagens do The Intercept revelam conluio entre membro do Poder Judiciário e procuradores da República que atuam na força-tarefa do Caso Lava Jato.
Deputados da oposição pediram a saída do ministro Sérgio Moro e a abertura de CPMI. Reportagens do The Intercept revelam conluio entre membro do Poder Judiciário e procuradores da República que atuam na força-tarefa do Caso Lava Jato.

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou há pouco requerimento de autoria do deputado Rogério Correia (MG), vice-líder do PT, convidando o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A convocação foi transformada em convite. Dessa maneira, Moro não é obrigado a comparecer. Ainda não há data definida para ouvir o ministro.

O deputado Márcio Jerry (MA), vice-líder do PCdoB, também protocolou dois pedidos de convocação de Moro, um no Plenário e outro na Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Os dois parlamentares alegam que as mensagens divulgadas mostram que Moro orientou os procuradores da República em diversas fases da Lava Jato, o que não é permitido por lei.

O deputado Jorge Solla (PT-BA) também apresentou um requerimento de convocação de Moro na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, mas ele foi devolvido pelo presidente da colegiado, deputado Léo Motta (PSL-MG), com o argumento de que o assunto “não guarda pertinência com as competências” da comissão.

Nesta terça (11/06/2019), Moro se ofereceu para ser ouvido no Senado. A intenção é que ele compareça à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania desta Casa na próxima quarta (19).

Moção de louvor

Já o deputado Capitão Augusto (PL-SP) solicitou à Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado que aprove uma moção de louvor aos procuradores integrantes da Lava Jato e a Sérgio Moro. O deputado alega que a divulgação das mensagens foi criminosa e visa enfraquecer a operação. Capitão Augusto é relator do pacote anticrime proposto por Moro e que está sendo debatido em um grupo de trabalho.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105694 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]