ALBA e SDR debatem exploração econômica sustentável em áreas de povos tradicionais

PresideDeputado Nelson Leal, presidente da ALBA e o secretário estadual Josias Gomes querem tornar ao Estado da Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.nte Nelson Leal e secretário Josias Gomes querem tornar a Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.Presidente Nelson Leal e secretário Josias Gomes querem tornar a Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.
PresideDeputado Nelson Leal, presidente da ALBA e o secretário estadual Josias Gomes querem tornar ao Estado da Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.nte Nelson Leal e secretário Josias Gomes querem tornar a Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.

Presidente Nelson Leal e secretário Josias Gomes querem tornar a Bahia referência no país em atividade econômica em área protegida.

Parceria entre a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e a Secretaria de Desenvolvimento Rural poderá tornar o Estado uma referência nacional na exploração econômica sustentável de áreas protegidas e ocupadas por povos tradicionais. Esta foi a tônica da conversa entre o secretário Josias Gomes (PT) e o presidente do Legislativo estadual. O titular da SDR visitou o deputado Nelson Leal (PP) na manhã desta quinta-feira (06/06/2019).

Dois propósitos motivaram o encontro. O primeiro é estreitar a relação entre a Alba e a Secretaria, como forma de fortalecer o segmento da agricultura familiar na Bahia, uma atividade que reúne um contingente da ordem de 2,1 milhões de trabalhadores no Estado, em 670 mil estabelecimentos.

O segundo foi apresentar o edital que a SDR lançou ontem – Dia Mundial do Meio Ambiente -, no valor de R$ 22,5 milhões, em que o Governo do Estado fomenta a atividade econômica em resex – reservas marinhas protegidas pelo poder público, concedidas às populações extrativistas tradicionais. Esta atividade consiste em agricultura de subsistência, pesca e na criação de animais de pequeno porte, exploradas por marisqueiras, quilombolas, ciganos e outros.

“Como um homem do interior, fico muito feliz com esse trabalho desenvolvido pelo secretário Josias Gomes. Representa mais atividades produtivas e renda para as populações tradicionais nas quatro reservas extrativistas da Bahia, de forma sustentável, preservando o meio ambiente. A Comissão da Agricultura da Casa, presidida pela deputada Jusmari Oliveira (PSD), apoia esta iniciativa. Na verdade, pela importância socioeconômica da agricultura familiar e desse edital lançado, toda a Assembleia Legislativa tem interesse em parcerias com essa relevância”, comentou, o chefe do Legislativo estadual.

O titular da SDR também comemorou o encontro. “Saio muito satisfeito dessa visita. O presidente Nelson Leal foi muito solícito. Nosso interesse é estreitar a relação entre o Governo do Estado e a Casa. Ele compreendeu a importância do edital. Já havia apresentado nosso trabalho a uma comissão de 26 deputados, por meio da Comissão de Agricultura. Desejamos tornar a Bahia uma referência no Brasil na exploração econômica sustentável em áreas de povos tradicionais, que são áreas de difícil acesso. Foi excelente a receptividade do presidente”, festejou, o titular da SDR.

Além das reservas marinhas, de atividades econômicas restritas, o edital lançado pelo Governo, através da SDR, no âmbito do Programa Bahia Produtiva, envolve ainda ecossistemas de 14 territórios de identidade no Estado. O programa já atende a 32 mil mil famílias, em 900 projetos, beneficiando cerca de 3 milhões de baianos.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).