UFRB apresenta impactos do bloqueio orçamentário do MEC em reunião do CONSUNI

Conselho Universitário da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia reuniu-se em sessão extraordinária, na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, para discutir os impactos dos bloqueios orçamentários na UFRB.
Conselho Universitário da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia reuniu-se em sessão extraordinária, na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, para discutir os impactos dos bloqueios orçamentários na UFRB.
Conselho Universitário da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia reuniu-se em sessão extraordinária, na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, para discutir os impactos dos bloqueios orçamentários na UFRB.
Conselho Universitário da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia reuniu-se em sessão extraordinária, na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, para discutir os impactos dos bloqueios orçamentários na UFRB.

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) reuniu-se em sessão extraordinária, na última quinta-feira (09/05/2019), na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, em Cruz das Almas, para discutir os impactos dos bloqueios orçamentários na UFRB, a partir do anúncio do Ministério da Educação (MEC).

Segundo a apresentação do pró-reitor de Planejamento, professor José Pereira Mascarenhas Bisneto, aos conselheiros do CONSUNI e aos estudantes dos campi da UFRB presentes à sessão, foram bloqueados 32,92% dos recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) para a instituição gerenciar no pagamento de custeio e manutenção de suas estruturas físicas.

Em valores reais foi bloqueado pelo MEC o montante de R$ 16.329.642,00 (dezesseis milhões, trezentos e vinte e nove mil, seiscentos e quarenta e dois reais) de um orçamento de R$ 51.067.373,00 (cinquenta e um milhões, sessenta e sete mil, trezentos e setenta e três reais).

José Mascarenhas, pró-reitor de Planejamento, apresenta o orçamento da UFRB.José Mascarenhas, pró-reitor de Planejamento, apresenta o orçamento da UFRB no CONSUNI.

A rubrica do orçamento bloqueado é responsável pelo pagamento de contratos de pessoal terceirizado (vigilância e limpeza); energia elétrica; locação de imóveis; combustível e manutenção dos veículos; pagamentos de água e energia elétrica, serviços de telefonia e internet.

Segundo os cálculos apresentados pela Pró-Reitoria de Planejamento, a UFRB tem recursos para manter frente ao pagamento desses contratos até o mês de agosto de 2019.

“O orçamento para pagamento dos contratos já firmados dá para no máximo oito dos doze meses”, explicou José Mascarenhas.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106730 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]