Segunda etapa do ciclo de encontros estaduais do Programa Água Doce acontece na Bahia

Segunda etapa do ciclo de encontros estaduais do Programa Água Doce ocorre em Salvador.
Segunda etapa do ciclo de encontros estaduais do Programa Água Doce ocorre em Salvador.
Segunda etapa do ciclo de encontros estaduais do Programa Água Doce ocorre em Salvador.
Segunda etapa do ciclo de encontros estaduais do Programa Água Doce ocorre em Salvador.

A capital baiana sediará, nos dias 20 e 21 de maio de 2019, a segunda reunião do ciclo 2019 de encontros estaduais do Programa Água Doce (PAD), coordenado pelo Departamento de Recursos Hídricos e Revitalização de Bacias Hidrográficas, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). As atividades buscam fortalecer a integração de instituições responsáveis pela execução do programa, além de promover a capacitação de técnicos dos núcleos gestores e de representantes dos municípios e das comunidades. O objetivo é aperfeiçoar e ampliar o Água Doce nos estados do semiárido brasileiro – sua área de atuação.

No centro dos debates, o papel dos estados, municípios e das comunidades na gestão compartilhada dos sistemas de dessalinização, tendo como foco as áreas de saúde e educação das cidades envolvidas. Serão abordados dois aspectos principais: a operação dos sistemas e a institucionalização deles como equipamento social para atender com água de qualidade os equipamentos de educação e saúde.

Além de coordenadores e gestores nacionais e locais do PAD, estarão reunidos representantes de empresas, instituições parceiras e das comunidades atendidas. Haverá, ainda, uma oficina de capacitação para operação dos sistemas de dessalinização.

A implementação do Programa Água Doce na Bahia começou em 2012, com os diagnósticos socioambiental e técnico. Nesta etapa, foram feitos testes de vazão dos poços e análise da qualidade das águas em municípios e comunidades. Atualmente, 192 sistemas estão em operação no estado, garantindo o atendimento a cerca de 80 mil pessoas, e outros 57 estão próximos da conclusão.

Em todo o semiárido, já foram contratadas 924 obras de implantação de sistemas de dessalinização. Destas, 639 concluídas, sendo 145 instaladas na Bahia. Há ainda 248 no Ceará, 50 na Paraíba, 29 em Sergipe, 18 no Piauí, 69 no Rio Grande do Norte e 80 em Alagoas. Existem, hoje, um total de 146 obras em execução e 600 sistemas em funcionamento.

Encontros

Em junho, estão previstos encontros do PAD no município de Santana do Ipanema, em Alagoas (13 e 14/06), e em Natal, no Rio Grande do Norte (27 e 28/06). No mês seguinte, será a vez de Teresina, no Piauí (04 e 05/06); São Luís, no Maranhão (11 e 12/06); e Fortaleza, no Ceará (25 e 26/06). A atividade na cidade de Tobias Barreto, em Sergipe, será nos dias (01 e 02/08).

Água Doce

O Programa busca estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para consumo humano, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na recuperação, implantação e gestão de sistemas de dessalinização, prioritariamente em comunidades rurais do semiárido.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107981 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]