Salvador: São Roque e São Lázaro: Expressões do Sagrado é o tema da próxima edição do Patrimônio É…

Cartaz anuncia projeto ‘Patrimônio É 2019’.

Cartaz anuncia projeto ‘Patrimônio É 2019’.

A Prefeitura de Salvador, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), traz São Roque e São Lázaro: Expressões do Sagrado como tema para a roda de conversa Patrimônio É… da próxima terça-feira (04/05/2019), às 18 horas, no Espaço Cultural da Barroquinha.

Enquanto para alguns, São Roque e São Lázaro, para outros, Omolú e Obaluaê. Independente da ligação religiosa ou como são conhecidos, se como santos ou orixás, a fé nessas entidades arrasta, a cada ano, milhares de pessoas à espera de cura e purificação, para as enfermidades físicas e espirituais.

E, para falar desse tema, dentro dos vieses religioso, ecumênico e acadêmico, a Gerência de Patrimônio Cultural (GEPAC), da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, contará com a presença do Padre Cristóvão, pároco da Igreja de São lazaro e São Roque, da Egbomi do Terreiro do Cobre, Lindinalva Barbosa e da arquiteta e urbanista Mabel Zambuzzi, docente das disciplinas de Projeto de Arquitetura e Urbanismo e Patrimônio e Restauro do curso de Arquitetura e Urbanismo na UNIFACS – Universidade Salvador. A mediação fica por conta de Edvard Passos, arquiteto, encenador e dramaturgo.

Parceria UNIFACS

A GEPAC, vinculada à Diretoria de Patrimônio e Humanidades da FGM, firmou parceria com a UNIFACS – Universidade Salvador Laureate Internacional Universities, a fim de promover o intercâmbio de conhecimentos, experiências didáticas e informações na área de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Extensão, dos cursos de Arquitetura, Jornalismo e Engenharia. Durante todo o ano de 2019 os alunos terão cadeiras garantidas em todas as edições do “Patrimônio é… 2019”.

Patrimônio É…

Projeto do Salvador Memória Viva, programa de atividades de proteção e estímulo à preservação dos bens materiais e imateriais do município, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, que aborda a questão do patrimônio cultural em diálogo com a história, memória, arquitetura, espaço público, educação, gestão e economia da cultura. Além de manter uma pauta fixa mensal para o tema, promove a educação patrimonial, colabora no direcionamento das ações dos institutos de tombamento e registro, bem como das instâncias de salvaguarda, e instrumentaliza a política municipal para atuar na valorização da memória histórica da cidade. Ao todo, serão oito encontros em 2019.

Salvador Memória Viva

O Programa Salvador Memória Viva, da Gerência de Patrimônio Cultural da FGM, objetiva promover ações voltadas à preservação do patrimônio cultural da nossa cidade, prevendo a recuperação de monumentos públicos, reforma dos equipamentos culturais administrados pela Fundação, além da aplicação de políticas de proteção legal a bens materiais e imateriais e atividades de educação patrimonial. O programa pretende ampliar o entendimento do cidadão, acerca dos valores que conformam sua identidade, tornando-o um parceiro no processo de salvaguarda de elementos de referência da paisagem cultural e da memória local.

Sobre os expositores e mediador

Mabel Zambuzzi

Arquiteta e Urbanista, graduada na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, Mestre em Arquitetura e Urbanismo na área de concentração em Conservação e Restauro, título obtido através do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFBA. Em 2004 foi técnica do Programa MONUMENTA/IPHAN na Cidade de Cachoeira-BA, entre 2005 e 2007 foi Chefe de Escritório técnico do IPHAN na cidade de Rio de Contas Bahia. Hoje é docente do curso de Arquitetura e Urbanismo na UNIFACS – Universidade Salvador com as disciplinas de Projeto de Arquitetura e Urbanismo e Patrimônio e Restauro.

Padre Cristóvão

Missionário Redentorista nascido na Polônia. Formado em Filosofia no Seminário dos Redentoristas em Cracóvia. Terminou Teologia na Faculdade de São Bento da Bahia. Atualmente trabalha na Igreja de São lazaro e São Roque.

Lindinalva Barbosa

É educadora, ativista dos movimentos sociais e Omorixá Oyá e Egbomi do Terreiro do Cobre. Possui Graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Católica do Salvador (2002); e Mestrado em Estudo de Linguagens pelo Depto. De Ciências Humanas/Universidade do Estado da Bahia (2009). Atualmente integra o quadro Técnico-Administrativo da Universidade Federal da Bahia. Possui experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura Negra – Religiões de Matriz Africana – História e Cultura Afro-Brasileira.Registra atuação como militante política em organizações do Movimento Negro e Movimento de Mulheres Negras, desde 1986; e como educadora vinculada a programas de educação focados na população negra, desde 1995. Também possui atuação na área de práticas e estudos sobre raça, gênero e religiões de matriz africana.

Agenda

O quê: Roda de conversa de educação patrimonial Patrimônio É… com tema São Roque e São Lázaro: Expressões do Sagrado

Quando: 4 de junho, às 18 horas

Onde: Espaço Cultural da Barroquinha

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]