Primeiro guitarrista de trio de Feira de Santana, Dinho ainda se emociona ao falar sobre caminhão da alegria

Dinho: foi muito bonito ver a multidão dançando atrás da gente. Senti uma alegria muito grande.
Dinho: foi muito bonito ver a multidão dançando atrás da gente. Senti uma alegria muito grande.

Passados quase 60 anos, o solista Dinho ainda não sabe descrever a emoção daquela tarde de Micareta, quando entrou na Conselheiro Franco tocando antigas marchinhas carnavalescas. Ele e os companheiros eram as estrelas do Patury, o segundo trio elétrico da Bahia – o primeiro foi o de Dodô e Osmar.

“Foi muito bonito ver a multidão dançando atrás da gente. Senti uma alegria muito grande”, comenta o músico, um dos homenageados com o Troféu Oscar Folia 2019. Dinho passou uma década no Patury, outros cinco anos no Marabá, de Conceição do Coité, mais 13 anos no Tapajós, que define como sonho de todos os músicos.

Os instrumentos foram feitos por seu Maninho, como era conhecido o artesão José Urbano Cerqueira. “Ele, Osmar e Dodô eram muito amigos. Um frequentava a casa do outro. Acredito que Maninho se inspirou nele para fazer a guitarra baiana”. O trio foi montado no caminhão cedido por Péricles Soledade.

Naquela época, o trio era instrumental e a estrela do caminhão da alegria era o guitarrista. “O cantor era eu e a minha guitarra”, diverte-se. Lembra que além de Feira, se apresentou em carnavais de Serrinha e Ilhéus, e micaretas – Alagoinhas e São Sebastião do Passe, realizadas em cidades do interior da Bahia.

Foi contratado para o Tapajós como segundo guitarrista. A primeira opção era Roberto. “Mas de vez em quando ele bebia um pouco mais e não tinha condições de tocar. A festa acabava quando ele ficava bêbado. Naquele tempo os músicos bebiam muito”. Dinho não bebia.

Dinho tocou até meados da década de 70. Aos 77 anos, diz que o trio mais bonito que conheceu foi o Tapajós, que considera um céu aberto. É um dos poucos – se não o único – músicos vivos da época de ouro do trio feirense. Patury era uma aguardente envazada em Feira de Santana.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120834 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.