Prefeitura promove reuniões semanais sobre a situação da dengue em Feira de Santana

Colbert Martins Filho (MDB), prefeito de Feira de Santana, cobra das equipes combate ao Aedes Aegypti.
Colbert Martins Filho (MDB), prefeito de Feira de Santana, cobra das equipes combate ao Aedes Aegypti.
Colbert Martins Filho (MDB), prefeito de Feira de Santana, cobra das equipes combate ao Aedes Aegypti.
Colbert Martins Filho (MDB), prefeito de Feira de Santana, cobra das equipes combate ao Aedes Aegypti.

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Vigilância Epidemiológica, promove semanalmente a Sala de Situação da Dengue, um encontro para apresentar e discutir o cenário da arbovirose em Feira de Santana. Na última terça-feira (07/05/2019), diversos órgãos municipais e estaduais estiveram traçando novas estratégias de controle do vetor.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, Francisca Lúcia, apresentou durante a reunião o quantitativo de casos notificados por dengue que até o momento: totalizam 6.261 notificações.

Durante o evento, a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas, avaliou positivamente o grande quantitativo de casos notificados. “Esse dado não deve causar espanto, representa que as nossas equipes estão sinalizando os pacientes com sintomas da dengue para evitar possíveis óbitos”, enfatizou.

Trabalhando com a identificação da realidade epidemiológica em determinada área e a contabilização das notificações dos casos agravados, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) recebe a ficha de notificação realizada nas unidades de saúde com as suspeitas ou confirmações da arbovirose para a digitação no sistema. “Estamos viabilizando de todas as formas as fichas para que as instituições públicas e privadas possam sinalizar esses pacientes antes da situação dele se complicar”, explica Francisca Lúcia.

Ainda de acordo com a coordenadora, através da ficha a equipe de bloqueio é acionada imediatamente, sendo necessário o paciente informar o local exato de moradia para que os agentes possam realizar o trabalho focal.

Durante as reuniões da Sala de Situação da Dengue, os profissionais têm ampla abertura para pontuar suas opiniões e alinhar as estratégias de controle do vetor entre os serviços de saúde municipais e estaduais. O objetivo é prestar uma assistência qualificada aos pacientes e oferecer um atendimento direcionado.

A secretária de Saúde convocou a parceria entre todas as instituições para o controle dessa epidemia. Estiveram presentes representantes dos setores Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana, como: coordenação de endemias, equipe de georreferenciamento, equipe de bloqueio e equipe técnica. O Núcleo Regional de Saúde Centro Leste, a Diretoria da Vigilância Epidemiológica (Divep), Coordenação de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças Transmitidas por Vetores e outras Antropozoonoses (CODTV).

A coordenação da Atenção Básica, Divisão de Enfermagem e Policlínicas também estiveram presentes na reunião para se atualizar sobre a situação da dengue no município e propor estratégias para amenizar os agravos dos pacientes.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108642 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]