Feira de Santana: Vereador agradece obra em escola de Tiquaruçu e critica organizador de festa em Ipuaçu

José Menezes (Zé Filé): com minha indicação a obra foi realizada. Parabéns ao prefeito.
José Menezes (Zé Filé): com minha indicação a obra foi realizada. Parabéns ao prefeito.
José Menezes (Zé Filé): com minha indicação a obra foi realizada. Parabéns ao prefeito.
José Menezes (Zé Filé): com minha indicação a obra foi realizada. Parabéns ao prefeito.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (27/05/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador (José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) parabenizou o prefeito Colbert pela conclusão da reforma da Escola Otaviano Ferreira, em Tiquaruçu e pediu prestação de contas da festa do Vaqueiro, realizada por Jurandir Carvalho em Ipuaçu.

“Há mais de um ano fiz uma indicação, Ronaldo anunciou a reforma da escola Otaviano Ferreira, mas não foi feito; então, indiquei a Colbert e a obra está perto de ser concluída. No lugar dos alunos tinham cavalos. Graças a Deus, com minha indicação a obra foi realizada. Parabéns ao prefeito. Indiquei também a construção de uma praça em frente à escola e pavimentação, mas não foi atendida”, parabenizou mostrando fotos de como era a escola.

 E continuou. “Ano retrasado fiz a indicação de melhorias da praça de Ipuaçu. É uma vergonha. O que se diz dono de Ipuaçu não consegue, imagine o vereador. Ele falou isso porque não sabe a função do vereador; que não faz obra, quem faz é o prefeito. Eu quero pedir a ele que faça a indicação ao prefeito, já que diz ser o cara. A praça está abandonada. Como pode acontecer uma festa naquele lugar? Os moradores precisam de atenção do Governo e não de abandono’, disse Zé Filé.

E passou a criticar Jurandir Carvalho pela não prestação de contas da realização da Festa do Vaqueiro, em Ipuaçu. “Este camarada fez uma festa, a Prefeitura colaborou e depois ele ficou pedindo dinheiro aos comerciantes da região. Cadê os recibos dos gastos? Mostre que você não ‘comeu’ o dinheiro desses comerciantes. Prefeito, secretário: os comerciantes não conseguiram nenhum retorno financeiro. Este homem colocou o dinheiro no bolso. Os comerciantes me disseram que eles foram roubados”, disse.

Ainda segundo Zé Filé, é preciso prestar contas dos gastos da festa. “O dinheiro sumiu. O vereador Lulinha está por dentro de tudo. Quero saber o que Jurandir fez com o dinheiro dos comerciantes, quanto ele gastou com bandas. Agora, sabe pegar o microfone e ficar criticando os vereadores, querendo jogar a culpa das mazelas nos vereadores. Vereador não faz obra não, ele cobra do prefeito”, ressaltou.

Em aparte, o presidente da Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) disse compartilhar do mesmo pensamento do colega. “Uma pessoa a serviço da Prefeitura não pode usar os microfones para falar mal de autoridades constituídas, como nós vereadores. Se os toldos foram pagos pela Prefeitura, Vossa Excelência está correto, mas se os gastos foram rateados pela Associação com os comerciantes, Jurandir está certo. Chamo atenção para isso”, avaliou.

Também em aparte, o edil Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM) disse que estava presente na festa e que os toldos foram cedidos pela Prefeitura. “Jurandir foi mal educado com os vereadores que estavam lá. Os toldos foram doados pela Prefeitura, pois  a festa faz parte do Calendário de Festejos do Município”, afirmou.

Para finalizar, Zé Filé disse que Jurandir errou em cobrar a fatura dos comerciantes. “Traga os comprovantes para sabermos que os cofres públicos receberam o dinheiro dos comerciantes. Se ele provar, ai sim, eu peço desculpas”, findou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108814 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]