Aeroporto de Guanambi passa por recuperação na área de movimentação de aeronaves; Governo Rui Costa quer possibilitar que o equipamento receba voos comerciais

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Vista panorâmica do Aeroporto Regional de Guanambi.
Vista panorâmica do Aeroporto Regional de Guanambi.

O aeroporto de Guanambi, na região do sertão produtivo, está passando por obras de recuperação da pista de pouso e decolagem e do pátio de estacionamento de aeronaves. O serviço realizado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), está em fase de finalização e 96% da obra já foi executada. A previsão de conclusão é neste mês de junho. O investimento é de R$ 7 milhões.

O objetivo da obra é a adequação para aumentar a resistência da área de movimentação de aeronaves para possibilitar a operação do equipamento com aviação regular para receber voos comerciais. Atualmente, o local opera com aviação geral de voos fretados e particulares.

“O aeroporto é um dos mais importantes do sertão produtivo, pois é uma região em grande desenvolvimento econômico no estado. A cidade de Guanambi possui uma concentração de empresas de energia eólica e solar. Com isso, o equipamento contribuirá no suporte logístico dos materiais no município”, ressalta o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10035 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).