Vereadores elogiam estrutura do Shopping Popular de Feira de Santana

Aldney Bastos (Neinha): é preciso primeiro ver e depois falar. O que vi ontem é bem melhor do que o que vi em Fortaleza. Ali será um mercado, onde vai vender de tudo.
Aldney Bastos (Neinha): é preciso primeiro ver e depois falar. O que vi ontem é bem melhor do que o que vi em Fortaleza. Ali será um mercado, onde vai vender de tudo.
Aldney Bastos (Neinha): é preciso primeiro ver e depois falar. O que vi ontem é bem melhor do que o que vi em Fortaleza. Ali será um mercado, onde vai vender de tudo.
Aldney Bastos (Neinha): é preciso primeiro ver e depois falar. O que vi ontem é bem melhor do que o que vi em Fortaleza. Ali será um mercado, onde vai vender de tudo.

Aldney Bastos elogia estrutura do Shopping Popular

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (09/04/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Aldney Bastos Marques (Neinha, PTB) informou que a denúncia feita em relação à estrutura do Shopping Popular não procede e criticou salários de funcionários do HGCA que estavam atrasados.

“Ontem fizemos uma visita ao Centro de Abastecimento para averiguar a denúncia de que os boxes eram separados de madeirite e os banheiros feitos de contêiner. É preciso primeiro ver e depois falar. O que vi ontem é bem melhor do que o que vi em Fortaleza. Ali será um mercado, onde vai vender de tudo”, pontuou.

E continuou. “De Shopping tem apenas o nome. Precisamos lembrar da nossa cultura e ali será construído um espaço para que as pessoas do campo fiquem à vontade. Vi ontem boxes bem arrumados. Ali as pessoas da roça poderão chegar de havainas, com as calças sujas da lida mesmo. As pessoas torcem contra e prejudica o povo. O povo não pode mais gemer. O projeto é lindo, eu vi e não podemos proliferar o que as pessoas falam”, afirmou.

Salários

Ainda no uso da tribuna, Neinha Bastos ressaltou que uma terceirizada do HGCA atrasou por três meses os salários dos funcionários. “Quando falei do atraso do pagamento de funcionários do HGCA, disseram que eu estava equivocada. Estava tão certa que começaram a pagar ontem. O Estado paga a terceirizada e ela atrasa os pagamentos dos funcionários? Que Governo é esse? Que tanta mazela é essa? Não estou falando aqui para fazer barganha, estou aqui para lutar pelo povo. A terceirizada precisa respeitar os funcionários do HGCA. Fica aqui minha revolta em saber que há pais e mães sem receber salários há três meses”, afirmou.

Para finalizar, Neinha lamentou o crescente número da violência em Feira de Santana. “É preciso enxergar que Feira de Santana cresceu. É hoje a 14ª cidade mais violenta, e isso é para chorar e pedir misericórdia a Deus pela vida de nossa família. Que o Senhor venha a nos guardar e proteger”, findou.

Antônio Carlos elogia obra do Shopping Popular

O vice-líder governista, vereador Antônio Carlos Passos Ataíde (Carlito do Peixe, DEM), utilizou a tribuna para falar sobre a construção do Centro Comercial Popular – Shopping Popular.

Ele explicou que durante a discussão do projeto para o início da obra, uma Parceria Público Privada, representantes do Ministério Público acompanharam o processo. De acordo com ele, na época ficou definido o número de boxes para os ambulantes cadastrados 1.802 e 30 lojas âncoras do consórcio responsável pela construção.

“Muita gente falou mal, disse que era um elefante branco. Mas agora estão vendo a obra quase concluída. Vai servir de referência para Feira de Santana e cidades circunvizinhas. E já era para ter sido inaugurada, não fossem as liminares na Justiça, provocadas pelos interessados em interromper a obra”, explicou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111111 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]