Vereador critica deficiência na área de atendimento obstetrício e cobra assistência do Estado da Bahia

Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha) critica Governo da Bahia.
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha) critica Governo da Bahia.
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha) critica Governo da Bahia.
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha) critica Governo da Bahia.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (10/04/2019), na Casa da Cidadania, o vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), abordou a deficiência na área de atendimento obstetrício no Município. “Praticamente só temos o Hospital da Mulher para atender Feira e região.  Lá já está superlotado. Fila de grávidas”, reclamou.

“O Hospital Inácia Pinto atendeu 3604 parturientes em janeiro, onde 892 ficaram internadas para dar à luz; em fevereiro atendeu 3363 parturientes, onde 867 ficaram internadas para dar à luz e em março, 3780 mulheres foram atendidas, onde 976 ficaram internadas para dar à luz. Isso mostra que o hospital já chegou ao limite e está na hora do Estado voltar a disponibilizar unidades hospitalares para atender às gestantes e parturientes. O caso é gravíssimo.”, revelou Lulinha.

De acordo com o edil é preciso a união da Secretaria de Saúde do Município e do Estado para resolver este grave problema. “É preciso que o Clériston Andrade volte a realizar. Que sejam feitos convênios para realizar partos em outros hospitais”, cobrou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108006 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]