Venezuela: Governo tenta desarticular tentativa de Golpe de Estado; Nicolás Maduro também usou conta no Twitter para mobilizar a população

Partidários da oposição venezuelana reagem ao gás lacrimogêneo perto da Base Aérea "La Carlota", em Caracas, Venezuela.
Partidários da oposição venezuelana reagem ao gás lacrimogêneo perto da Base Aérea "La Carlota", em Caracas, Venezuela.
Partidários da oposição venezuelana reagem ao gás lacrimogêneo perto da Base Aérea "La Carlota", em Caracas, Venezuela.
Partidários da oposição venezuelana reagem ao gás lacrimogêneo perto da Base Aérea “La Carlota”, em Caracas, Venezuela.

O ministro de Comunicação, Turismo e Cultura da Venezuela, Jorge Jesús Rodríguez, informou nesta terça-feira (30/04/2019), em conta pessoal no Twitter, que o Governo de Nicolás Maduro tenta desarticular uma “tentativa de golpe de Estado”.

“Informamos ao povo da Venezuela que, neste momento, estamos enfrentando e desativando um reduzido grupo de militares traidores que se posicionaram para promover um golpe de Estado contra a Constituição e a paz da República”, escreveu Rodríguez.

A manifestação ministerial foi postada poucos instantes após o presidente da Assembleia Nacional, deputado e autodeclarado presidente interino, Juan Guaidó, divulgar uma mensagem em vídeo conclamando a população a sair às ruas para se manifestar contra o governo do presidente Nicolás Maduro.

No vídeo, em que aparece ao lado de alguns oficiais das Forças Armadas, Guaidó afirma que militares deram “finalmente, e de vez, o passo” para acompanhá-lo e conseguir “o fim definitivo da usurpação” do governo de Maduro. “Hoje, valentes soldados, valentes patriotas, valentes homens apegados à Constituição, acudiram ao nosso chamado”, disse Guaidó no vídeo em que afirma ter obtido o apoio de “muitos militares”, aos quais pediu “calma, coragem e sanidade”.

Alerta

Já o ministro Jorge Jesús Rodríguez conclamou o povo venezuelano a manter-se “em alerta máximo para, junto com a gloriosa Força Armada Nacional Bolivariana, derrotar a tentativa de golpe e preservar a paz”.

Maduro também usou sua conta no Twitter para mobilizar a população. Entre outras mensagens, compartilhou imagens de uma emissora de TV venezuelana sobre a mobilização de apoiadores do governo ao redor do Palácio de Miraflores, onde funciona a sede do governo nacional, em Caracas.

Já há registro de confrontos entre forças policiais e manifestantes em outras partes do país.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115009 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.