Vendas do varejo em fevereiro de 2019 crescem 0,7% na Bahia

Tabela do IBGE apresenta dados de vendas do varejo ocorridas em fevereiro de 2019 na Bahia.
Tabela do IBGE apresenta dados de vendas do varejo ocorridas em fevereiro de 2019 na Bahia.

Em fevereiro de 2019, as vendas do varejo na Bahia voltaram a crescer (0,7%) em relação ao mês anterior, na série livre de influências sazonais, após dois recuos consecutivos (-0,2% em janeiro e -8,8% em dezembro de 2018).

Nessa comparação, o resultado do varejo baiano foi o melhor para um mês de fevereiro desde de 2010 (0,9%) e igualou o desempenho de 2012.

Foi também superior ao do país como um todo, onde o comércio varejista ficou estável (0,0%) em fevereiro, com quedas nas vendas em 15 dos 27 estados, destacando-se Paraná (-1,5%), Distrito Federal (-1,1%) e Piauí (-1,1%).

O resultado também foi positivo para a Bahia na comparação com fevereiro de 2018. As vendas do varejo cresceram 5,7%, num resultado significativamente acima da média nacional (3,9%) e o melhor para o mês, no estado, desde 2014 (15,8%).

Nesse confronto, houve predomínio de resultados positivos, que atingiram 22 das 27 unidades da Federação, com destaque para Espírito Santo (12,6%), Acre (9,0%) e Pará (8,2%).

Com o crescimento no mês, as vendas do varejo baiano acumulam alta de 2,5% no ano de 2019 e mostram uma variação positiva de 0,5% nos 12 meses encerrados em fevereiro. Em ambos os casos, porém, o desempenho ainda está abaixo do verificado no país como um todo, onde as taxas são de 2,8% e 2,3% respectivamente.

Avanço do varejo baiano é fruto de aumentos nas vendas de 6 das 8 atividades, puxadas por móveis e eletrodomésticos (15,2%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (15,8%)

Em fevereiro, na Bahia, 6 das 8 atividades do varejo restrito (que exclui as vendas de automóveis e material de construção) tiveram aumentos nas vendas, frente ao mesmo mês de 2018.

Com os avanços mais significativos, os segmentos de móveis e eletrodomésticos (15,2%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (15,8%) foram também as principais influências positivas no mês.

Além deles, vale destacar o desempenho de outros dois segmentos. Os hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (3,3%), que têm o maior peso no varejo do estado, mostraram o sétimo resultado positivo consecutivo. Já os combustíveis e lubrificantes (0,2%) tiveram a primeira variação positiva nas vendas depois de um ano e quatro meses de quedas sucessivas (desde setembro de 2017).

Dentre as duas atividades em queda, o destaque negativo foi, mais uma vez, para as vendas de livros, jornais, revistas e papelaria (-50,6%), refletindo a crise que as grandes redes de livrarias enfrentam, em nível nacional, desde o ano passado.

O outro setor com recuo nas vendas foi o de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-20,1%), que teve a quarta queda seguida.

Com altas nas vendas de automóveis (7,6%) e material de construção (6,4%), varejo ampliado na Bahia avança 6,2% frente a fevereiro de 2018

Em fevereiro, na Bahia, o comércio varejista ampliado também teve resultados positivos e melhores que os do varejo restrito.

Frente a janeiro (série com ajuste sazonal), as vendas do varejo ampliado avançaram 1,2%, um desempenho melhor que a média nacional (-0,8%). Já na comparação com fevereiro de 2018, as vendas do varejo ampliado na Bahia aumentaram 6,2%, abaixo da média nacional (7,7%).

O varejo ampliado engloba, além do varejo restrito, as vendas de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, para as quais não se consegue separar claramente o que é varejo do que é atacado.

Na comparação com fevereiro de 2018, as vendas desses dois segmentos voltaram a crescer, de forma significativa, após terem recuado em janeiro. Os veículos tiveram alta de 7,6%; e os materiais de construção, de 6,4%.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116780 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.