Revista Juventude.br lança chamada de artigos para o dossiê temático ‘Juventude e Direitos Humanos’

Capa da 16º edição da revista Juventude.br com o tema ‘Movimento Juvenis: UNE somos nós! UNE é nossa voz!’.
Revista Juventude.br chamada de artigo. Imagem da capa da 16º edição da revista Juventude.br com o tema ‘Movimento Juvenis: UNE somos nós! UNE é nossa voz!’.
Capa da 16º edição da revista Juventude.br com o tema ‘Movimento Juvenis: UNE somos nós! UNE é nossa voz!’.
Revista Juventude.br chamada de artigo. Imagem da capa da 16º edição da revista Juventude.br com o tema ‘Movimento Juvenis: UNE somos nós! UNE é nossa voz!’.

A Revista Juventude.br, do Centro de Estudos e Memória da Juventude, torna pública a chamada de artigos para o dossiê temático ‘Juventude e Direitos Humanos’, organizado pelos professores Michel Fernandes da Rosa (UFRB) e Nilson Weisheimer (UFRB). A publicação prevista para agosto de 2019 pretende cooperar para a produção de conhecimento multidisciplinar sobre diferentes relações que se estabelecem entre as condições juvenil e a temática dos direitos humanos.

Diante da emergência de discursos de ódio, de práticas de intolerância e da desinformação promovida pelos setores conservadores contra a atuação dos movimentos em defesa de direitos das populações mais pobres, nos espaços periféricos e encarceradas se verificam ataques aos direitos humanos no Brasil. Como forma de enfrentamento e resistência a Revista Juventude.br se propõe a publicar artigos resultado de pesquisas empíricas e ensaios teóricos originais que possam contribuir para revelar como se manifesta entre os jovens brasileiros a violação dos direitos humanos, assim como as iniciativas e mobilizações por sua efetivação. Entendendo a luta e efetivação dos direitos dos jovens nesse contexto interessa-nos fazer emergir os processos sociais e suas contradições assim como as gramáticas e linguagens que podem e são mobilizadas, independentemente da adoção da nomenclatura ou de categorias jurídicas consagradas de direitos humanos, para abordar temas pertinentes à dignidade humana e às condições para o acesso aos direitos fundamentais a partir da condição juvenil e da perspectiva das e dos jovens.

Interessa-nos particularmente trabalhos que abordem: (i) a construção social da juventude como sujeito de direitos; (ii) a garantia dos direitos humanos entre os jovens brasileiros e os direitos que lhes são negados; (iii) violência no contexto das e dos jovens das periferias (físicas e epistemológicas); (iv) arte, cultura e educação nas suas relações com os direitos humanos; (v); movimentos estudantil, movimento juvenil e direitos humanos; (vi) direitos humanos nos espaços virtuais e nas redes sociais e; (vii) relação entre direitos declarados e proclamados em instrumentos legislativos nacionais e internacionais e as realidades desiguais dos jovens no Brasil.

Os assuntos sugeridos não impedem que outros temas, questões e abordagens pertinentes ao dossiê sejam propostos e bem-recebidos.

A revista também aceitará contribuições de relatos de pesquisas com temáticas diversas sobre a juventude a fim de compor a seção miscelânea.

Serão aceitos ainda textos de opinião e relatos de experiências, assim como resenhas de publicações dentro da temática dos direitos humanos, a fim de compor a edição.

As contribuições para publicações devem ser textos originais e inéditos escritos em português, que estejam em conformidade com as normas da revista (disponíveis em anexo).

As propostas devem ser enviadas para os endereços eletrônicos [email protected] [email protected]@pq.cnpq.br até a data de 28 de junho de 2019.

Baixe

Revista Juventude.BR edição nº 14

Revista Juventude.BR edição nº 15

Revista Juventude.BR edição nº 16

Nilson Weisheimer
Sobre Nilson Weisheimer 28 Artigos
Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS – 2009), Pós-Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP – 2015), professor adjunto da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS/UFRB), líder dos Grupos de Pesquisa do CNPq: Núcleo de Estudos em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural (NEAF/UFRB) e Observatório Social da Juventude (OSJ/UFRB), e vencedor do Prêmio CAPES de Teses em Sociologia 2010.