Petrobras fecha com Petronas venda de campos por US$1,29 bilhão

Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Fachada da sede da Petrobras no Rio de Janeiro.

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira que fechou acordo de 1,29 bilhão de dólares com a Petronas, da Malásia, para a venda de 50 por cento dos direitos de exploração e produção do campo de Tartaruga Verde (concessão BM-C-36) e do Módulo III do campo de Espadarte.

A negociação, divulgada juntamente com outros dois acordos, incluindo a venda da Transportadora Associada de Gás (TAG) por 8,6 bilhões de dólares anunciada no início do mês, integra o programa de desinvestimentos da Petrobras, que busca reduzir o endividamento.

“Hoje é um dia importante para Petrobras com a assinatura de três transações relevantes. A contínua gestão de portfólio contribui para melhorar a alocação do capital, aumentando consequentemente a geração de valor para os nossos acionistas, além de viabilizar a redução do endividamento e do custo de capital da companhia”, disse o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, em nota.

Dessa forma, entre transações de desinvestimentos assinadas e a operação concluída, o valor total de alienação de ativos em 2019 já soma 11,3 bilhões de dólares, segundo a Petrobras.

De acordo com comunicado da estatal brasileira, o valor da transação com a Petronas será pago em duas parcelas: 258,7 milhões de dólares nesta quinta-feira e 1,03 bilhões no fechamento da operação, sem considerar os ajustes devidos.

A Petrobras manterá 50 por cento de participação e a operação dos campos, enquanto a Petronas avança em produção de petróleo no Brasil, onde já atua no segmento de lubrificantes.

O campo de Tartaruga Verde iniciou sua operação em 22 de junho do ano passado e produz atualmente cerca de 103 mil barris por dia de óleo e 1,2 milhão de metros cúbicos/dia de gás.

O Módulo III é uma área do campo de Espadarte a ser desenvolvida de forma integrada com o campo de Tartaruga Verde, com previsão do primeiro óleo em 2021.

Outros acordos

A Petrobras também anunciou a cessão de sua participação total em 34 campos de produção terrestres para a empresa Potiguar E&P S.A., subsidiária da Petrorecôncavo.

O valor total da transação é de 384,2 milhões de dólares a serem pagos em três parcelas: 28,8 milhões de dólares pagos nesta quinta-feira; 293,9 milhões de dólares na data de fechamento, sem considerar os ajustes devidos; e 61,5 milhões de dólares como “earn-out” vinculado à aprovação pela reguladora ANP da extensão do prazo contratual de 10 das 34 concessões objeto da transação.

A Petrorecôncavo, que apresentou a segunda melhor oferta do processo competitivo, foi selecionada após a desclassificação da empresa 3R Petroleum.

Em março, a Reuters informara com fontes que a Petrorecôncavo havia iniciado negociações com a Petrobras.

A Petrobras disse ainda que assinou, nesta quinta-feira, a alienação de 90 por cento de sua participação na Transportadora Associada de Gás (TAG) para o grupo formado pela elétrica francesa Engie e pelo fundo canadense Caisse de Dépôt et Placement du Québec (CDPQ). A transação de 8,6 bilhões de dólares já havia sido anunciada.

*Por Roberto Samora, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111141 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]