Micareta 2019 de Feira de Santana: Campanha alerta informando que assédio é crime e pode dar punição

Profissionais atuam no circuito da Micareta 2019 de Feira de Santana alertando sobre assédio.
Profissionais atuam no circuito da Micareta 2019 de Feira de Santana alertando sobre assédio.
Profissionais atuam no circuito da Micareta 2019 de Feira de Santana alertando sobre assédio.
Profissionais atuam no circuito da Micareta 2019 de Feira de Santana alertando sobre assédio.

“Não é não! Chega de assédio!” A frase emblemática faz parte da campanha de enfrentamento ao assédio sexual e alerta a quem pratica o ato de que está cometendo um crime e pode ser punido, conforme os rigores da lei. Por isso, se você vai ao circuito da Micareta 2019 de Feira de Santana, campanha alerta informando que assédio é crime e pode dar punição, melhor pensar duas vezes antes de praticar um ato impensável e insensato.

Para garantir o direito das mulheres brincarem durante a Micareta de Feira de Santana sem serem importunadas, a unidade móvel do Centro de Referência em Atendimento às Mulheres em Situação de Violência está de plantão e em total alerta, com equipes de abordagem e recepção às mulheres vítimas de assédio ou qualquer outro tipo de violência durante a festa.

As ações contam com apoio do Centro de Referência da Mulher Maria Quitéria, equipamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). No espaço estão atuando psicólogas, assistentes sociais e advogadas para a garantia de direito das mulheres.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9987 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).