Japão prepara o início de uma nova era, a Reiwa

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Shinzō Ab, primeiro-ministro do Japão.
Shinzō Ab, primeiro-ministro do Japão.
Shinzō Ab, primeiro-ministro do Japão.
Shinzō Ab, primeiro-ministro do Japão.

O Japão inicia uma nova era denominada Reiwa, cuja data está marcada para 01 de maio de 2019, quando o príncipe herdeiro Naruhito assume no lugar do pai, Akihito, como novo imperador.

Para os japoneses, a chamada nova era define os rumos dos próximos anos e exerce influências no cotidiano das pessoas.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou que o significado de Reiwa é da “cultura nutrida quando as pessoas maravilhosamente unem seus corações”.

O chefe do gabinete do governo japonês, Yoshihide Suga, acrescentou que o novo nome foi retirado de Manyoshu, a mais antiga antologia da poesia japonesa.

Abe diz que o nome representa a esperança de que cada pessoa japonesa atinja suas aspirações como uma flor de ameixa que floresce após um inverno rigoroso.

O governo escolheu o nome da nova era depois de passar por várias etapas, incluindo discussões com um painel de especialistas e líderes políticos.

De acordo com a emissora oficial de televisão do Japão, a NHK, foram apresentadas seis propostas de nomes. A decisão final foi tomada pelos ministros em uma reunião do gabinete.

O governo está anunciando o novo nome com antecedência para que as empresas e o público possam se preparar para a mudança.

O nome da época é usado em várias ocasiões e documentos oficiais, incluindo carteiras de motorista, cartões de seguro de saúde e calendários.

O imperador Akihito deve abdicar em 30 de abril, o que encerrará a atual era Heisei, marcada por um período de paz, mas também de desastres naturais e de alerta na economia japonesa.

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112953 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]