IPTU 2019 de Feira de Santana tem prazo final de encerramento da campanha com desconto de 20% em 24 de abril

Vista do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS).
Vista do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS).
Vista do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS).
Vista do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS).

A Secretaria da Fazenda de Feira de Santana (SEFAZ) alerta os contribuintes que em 24 de abril de 2019 encerra o prazo final da campanha com desconto de 20% do Imposto Predial e Territorial Urbano de Feira de Santana (IPTU).

Para o contribuinte que optou por realizar o pagamento em parcelas, ele poderá quitar o saldo remanescente, também, até o dia 24 e obter o desconto de 20%.

A SEFAZ informa que o IPTU não sofreu reajuste acima da inflação e que apenas alguns imóveis tiveram valor modificado em decorrência de atualização no cadastro do bem.

A Secretaria da Fazenda disponibiliza canais para esclarecer dúvidas dos contribuintes, através dos números de telefone (075)3602-8427, 3602-8433, 3602-8453, 3602-8435 e 3602-8412, do e-mail [email protected], ou por meio de atendimento pessoal no Centro de Entendimento ao Feirense (CEAF), órgão situado na Rua Barão de Cotegipe.

Os contribuintes que não receberam o carnê podem ter acesso através da internet por meio do link: http://www.sefaz.feiradesantana.ba.gov.br/?pg=servicosonline&iptu=1&tipo_inscricao=atual. O nº da inscrição imobiliária do em está disponível em um dos carnês ou boletos antigos.

Investimento

O prefeito Colbert Martins Filho destaca que os recursos financeiros obtidos com o pagamento do IPTU são utilizados essencialmente no investimento da infraestrutura do município. Ele acrescenta que foi anunciado investimento de R$ 60 milhões para 2019 e que o esforço dos contribuintes em efetuar o pagamento do tributo é revertido em benefício direto para a comunidade.

Sobre Carlos Augusto 9460 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).