Império estadunidense está conduzindo guerra não convencional contra Venezuela, diz presidente Nicolás Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na quinta-feira (04/04/2019) que uma guerra não convencional sem uso de armas está sendo conduzida contra a sua nação.

O discurso do líder bolivariano foi transmitido na rede Periscope.

“Essa é uma guerra não convencional contra os serviços públicos para tornar o país incontrolável e chegar ao poder através do caos e da violência”, afirmou.

De acordo com Maduro, na Venezuela está ocorrendo uma tentativa de “golpe de Estado elétrico e uma guerra não convencional”, realizada pelos Estados Unidos.

“Entramos em resistência e, passo a passo, venceremos pelo caminho da estabilidade, da paz e da união nacional”, destacou o presidente venezuelano.

Ao mesmo tempo, ele também acusou a oposição de conduzir um novo tipo de guerra.

“Eles querem levar o país a um estado de caos e violência, para tomar o poder político e entregar a Venezuela ao império norte-americano. Portanto, eu digo que não é uma guerra tradicional, onde há tanques, bombas, mísseis, como no Iraque e Líbia, não. Esse é um tipo de guerra diferente, não convencional, contra os serviços públicos. Para entregar o país [aos EUA], torná-lo incontrolável, e eles esperam chegar ao poder político através do caos e da violência”, disse ele.

De acordo com a mídia local, um apagão ocorreu na noite de 29 de março de 2019 na capital Caracas e em cerca de 20 estados da Venezuela.

Em 25 de março de 2019, outro apagão afetou boa parte do território venezuelano, incluindo a capital e 15 estados do país.

Até agora, em março, a Venezuela já sofreu dois cortes nacionais de energia.

*Com informações da Agência Sputnik Brasil.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]