Feira de Santana: Vereador responde questionamentos de colegas

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Marcos Lima: entendemos que essa reforma será essencial para a sobrevivência e melhoria do nosso país.
Marcos Lima: entendemos que essa reforma será essencial para a sobrevivência e melhoria do nosso país.
Marcos Lima: entendemos que essa reforma será essencial para a sobrevivência e melhoria do nosso país.
Marcos Lima: entendemos que essa reforma será essencial para a sobrevivência e melhoria do nosso país.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (22/04/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Marcos Lima (PRP) respondeu aos questionamentos dos colegas que o antecederam no uso da tribuna.

“Cadmiel questionou sobre os fiscais de obra e digo que eles são concursados, pois é uma atividade que necessita de fé pública. Já Alberto Nery tratou sobre os empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida e não podemos deixar de chamar a atenção da Caixa Econômica Federal pelo que está acontecendo. Se não há pessoas morando, se alugaram ou abandonaram as residências, é a CEF quem precisa tomar atitudes”, pontuou.

E continuou. “A Secretaria de Habitação não tem essa competência. As pessoas contempladas foram selecionadas pela Prefeitura, prestaram informações à secretaria, mas a CEF tem sua responsabilidade. O secretário Eli tem a lista de todos que receberam e não estão morando, porém cabe à CEF executar estas pessoas”, defendeu.

Em aparte, o petista Alberto Nery ressaltou a sugestão de que a visita acontecesse em comissão. “A Secretaria de Habitação e a CEF juntas na realização da visita, assim terão mais propriedades na fiscalização”, afirmou.

De volta com a palavra, o líder governista também repercutiu o discurso de Alberto Nery em relação à reforma da Previdência. “Entendemos que essa reforma será essencial para a sobrevivência e melhoria do nosso país. Não sou a favor de que governadores tenham três aposentadorias, que militares tenham um regime especial de aposentadoria. Isso é que não podemos permitir: que os mais ricos se aposentem de forma mais confortável. A reforma tem que acontecer, e é bem-vinda. Sou a favor do debate, mas entendo que deveria ter acontecido antes. A reforma é necessária e precisa atender à classe mais pobre”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113513 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]