Escola Antônio Alves Lopes promove caminhada contra o mosquito da dengue e mobiliza comunidades de Feira de Santana

alunos do 1º ao 5º ano, sob a orientação das professoras, prepararam faixas, cartazes, fantasias e foram às ruas do bairro para a caminhada que encerrou as atividades do projeto.
alunos do 1º ao 5º ano, sob a orientação das professoras, prepararam faixas, cartazes, fantasias e foram às ruas do bairro para a caminhada que encerrou as atividades do projeto.
alunos do 1º ao 5º ano, sob a orientação das professoras, prepararam faixas, cartazes, fantasias e foram às ruas do bairro para a caminhada que encerrou as atividades do projeto.
alunos do 1º ao 5º ano, sob a orientação das professoras, prepararam faixas, cartazes, fantasias e foram às ruas do bairro para a caminhada que encerrou as atividades do projeto.

‘Xô, Aedes Aegypti’. Este é o título do projeto que mobilizou os alunos da Escola Municipal Professor Antônio Alves Lopes, do bairro Viveiros, até esta terça-feira (16/04/2019). Os alunos do 1º ao 5º ano, sob a orientação das professoras, prepararam faixas, cartazes, fantasias e foram às ruas do bairro para a caminhada que encerrou as atividades do projeto. O objetivo principal do evento foi conscientizar também os moradores.

O projeto foi executado pela primeira vez em 2016 e retomado este ano. Em fevereiro, o bairro estava entre os que apresentavam maior índice da doença transmitida pelo mosquito em Feira de Santana, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. A gestão da escola foi procurada por uma equipe do posto de saúde do bairro para desenvolver de maneira conjunta atividades de conscientização. A partir daí o “mosquito da dengue” se tornou alvo de maior atenção na unidade de ensino, e segue também recomendação da gestão do prefeito Colbert Martins Filho.

Os estudantes entrevistaram 25 moradores do bairro; destes, 12 relataram ter tido dengue nos últimos quatro meses – entre dezembro e março. Além desta pesquisa, eles também aprenderam sobre a fisiologia do mosquito, como combatê-lo, quais os sintomas das doenças transmitidas por ele, quando procurar o posto de saúde em caso de suspeitas, entre outros pontos.

“Há medicamentos não recomendados em casos de suspeita de dengue, então a primeira orientação é procurar o posto de saúde, ao invés de se automedicar”, explica Barbara Barreto Silva, diretora da Escola Antônio Alves Lopes. “O Viveiros já tem um histórico de altos índices de dengue, por isso retomamos o projeto com mais força este ano. A escola entende que precisa participar deste trabalho, desenvolvendo estudo e conscientização sobre o combate ao mosquito dentro da comunidade”, argumenta.

Durante a caminhada, os alunos distribuíram panfletos e materiais cedidos pela Secretaria de Saúde. Todas as turmas prepararam ações também para o encerramento da atividade, dentre eles, paródias, dramatizações, cartazes e faixas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111239 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]