Carlos Alberto Kruschewsky é entrevistado por Mário Kertész; Médico psiquiatra e escritor revela trajetória de vida

Mário Kertész, Carlos Alberto Kruschewsky e Francisco Hora Fontes durante entrevista na Rádio Metrópole de Salvador.

Mário Kertész, Carlos Alberto Kruschewsky e Francisco Hora Fontes durante entrevista na Rádio Metrópole de Salvador.

O médico psiquiatra e escritor Carlos Alberto Kruschewsky concedeu — nesta segunda-feira (22/04/2019), na Rádio Metrópole FM de Salvador — entrevista exclusiva ao radialista Mário Kertész.

Durante o encontro, Carlos Kruschewsky revelou a trajetória pessoal e de que forma escolheu, desenvolveu e definiu a vida profissional. Citando, além da formação em medicina, a formação em Teologia, pela Faculdade São Bento, em Salvador e a participação de cursos de culinária, artes plásticas e a prática de karatê, além de ter se tornado profícuo escritor. Outro fato revelado foi a passagem na Rádio Sociedade da Bahia, com a participação semanal em um programa sobre medicina.

Carlos Kruschewsky comentou sobre a militância no Partido Comunista do Brasil (PCdoB), durante a presidência na União dos Estudantes da Bahia (UEB), no período em que Otávio Mangabeira governava a Bahia.

Outra revelação, foi a descrença inicial em Deus, para uma crença profunda.

Ao analisar a evolução da medicina, ele afirmou que a “tecnologia assassinou a relação médico/paciente” e lamentou o fato.

A entrevista foi conclusa com a narrativa de casos vivenciados na medicina.

Sugestão

A sugestão da entrevista foi feita pelo médico Francisco Hora Fontes que destacou, durante a entrevista, a capacidade intelectual do nonagenário colega.

Perfil do entrevistado

Carlos Alberto Kruschewsky nasceu em Cipó, município situado no Nordeste da Bahia, é formado em medicina pela Universidade Federal da Bahia (UFBA, 1953) e em Teologia pela Faculdade de São Bento (2010), é casado com Gildete Ferreira Kruschewsky. O casal teve quatro filhos, Kátia, médica; Carlos Filho, engenheiro e empresário; Tânia, psicóloga e Carla, advogada.

Durante 18 anos, Carlos Kruschewsky dirigiu o hospital Colônia Lopes Rodrigues em Feira de Santana, foi, também, superintendente do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS), presidente do Instituto de Assistência e Previdência dos Serviços da Bahia (IAPSEB) e participou da fundação do Hospital Emec, atuando com sócio e diretor comercial.

Além da atuação na medicina, Carlos Kruschewsky é autor dos livros ‘Memorias de Saulo daqui’, ‘O véu suspenso’ e é coautor da obra ‘De Mãos Juntas – Monsenhor Gaspar Sadoc da Natividade’.

Confira a entrevista

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).