Bloco do Hospital da Mulher defende Humanização do Parto durante Micareta 2019 de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
O bloco tem como proposta fortalecer o movimento nacional da humanização do parto e nascimento.
O bloco tem como proposta fortalecer o movimento nacional da humanização do parto e nascimento.
O bloco tem como proposta fortalecer o movimento nacional da humanização do parto e nascimento.
O bloco tem como proposta fortalecer o movimento nacional da humanização do parto e nascimento.

No primeiro dia da Micareta de Feira 2019 adereços como animação, conscientização, incentivo e gestos de solidariedade abre alas para a passagem, a partir de 18 horas, do bloco do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher, que desfila pela segunda vez no Circuito Maneca Ferreira.

Com o tema “Mulheres sabem parir, bebês sabem nascer”, o bloco tem como proposta fortalecer o movimento nacional da humanização do parto e nascimento, bem como garantir a experiência positiva e o protagonismo feminino na gestação e no momento tão esperado do parto.

A previsão para este ano é de aproximadamente 500 participantes entre profissionais da área da saúde, funcionários, colaboradores, amigos e simpatizantes do parto humanizado.

As camisas estão disponíveis no ambulatório do Hospital da Mulher e podem ser adquiridas, entre 8 e 16 horas, mediante a troca por 1kg de alimento não-perecível e também por um frasco de vidro com tampa plástica (de maionese ou café solúvel), utilizados para estocar leite materno no Banco de Leite Humano (BLH).

Os alimentos não-perecíveis serão encaminhados para as mães doadoras do BLH organizados em uma cesta de alimentos como forma de incentivo da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS).

Segundo Siomara Souza, enfermeira e coordenadora do Serviço de Parto Humanizado, a iniciativa visa a defesa e apresentação do trabalho realizado pelas enfermeiras obstetras e gestores do projeto junto à comunidade feirense.

“O bloco é o espaço ideal de chamamento e atenção para assegurarmos a assistência digna e respeitosa à mulher durante o trabalho de parto e no pós; além de permitir a livre escolha do acompanhante e todas as garantias para que o ato seja o mais natural possível”, explica.

Charline Portugal, diretora do Complexo Materno-Infantil, pontua que “a campanha na Micareta é uma oportunidade de aproveitamento social com a troca de camisas, principalmente por ser um hospital público”.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), Gilberte Lucas, frisa que o crescimento do bloco é por conta da participação efetiva de todos que fazem o dia a dia do Hospital da Mulher e do Hospital Municipal de Criança.

“Ano passado, quando estreamos, tivemos trezentos participantes. Agora, a expectativa é que dobremos a quantidade de pessoas engajadas com a causa”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113537 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]