1 ano da gestão Bruno Covas em São Paulo é marcada por descaso e má administração

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo.
Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo.
Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo.
Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo.

Dória se elegeu prefeito da cidade de São Paulo com o jargão de que não era político e sim gestor. Na primeira oportunidade se candidatou a governador de São Paulo e deixou a prefeitura para seu vice Bruno Covas. Dia 7 de abril de 2019, a gestão Covas fará 1 ano à frente da capital paulista e a marca deste período é a mesma de quando estava como vice de João Dória: inoperância administrativa e muito descaso, principalmente com a população que mais precisa dos serviços públicos.

A bancada de vereadores do PT de São Paulo realizou coletiva de imprensa nesta quinta-feira (04/04/2019) para apresentar o relatório de avaliação do 1 ano da gestão Bruno Covas na prefeitura de São Paulo. O texto apresentado mostra que a gestão tucana Doria/Bruno Covas investiu menos da metade dos recursos executados pela gestão Haddad.

Para o vereador Antônio Donato, isso demonstra a incapacidade administrativa da gestão Dória/ Bruno Covas, que mesmo com dinheiro em caixa não consegue investir. “Você têm 11 CEUs, UPAs, UBSs, hospitais e uma série de investimentos parados por incapacidade administrativa, e quem paga o pato é o povo que precisa dos serviços”, ressalta ele.

O relatório mostra que a afirmação da gestão tucana de falta dinheiro para resolver os problemas da cidade é falsa, já que houve crescimento do valor da receita e saldo da prefeitura. Haddad entregou o orçamento da prefeitura com mais de R$ 5 bilhões em caixa, hoje o valor está em R$10,8 bilhões, é maior valor em caixa da história da prefeitura de São Paulo.

De acordo com o líder da bancada de vereadores do PT, Alfredo Cavalcanti, a gestão começou pautada em muita propaganda, mas a realidade é um verdadeiro desmonte, que se iniciou com Doria e deu continuidade com Bruno Covas. “Se for considerar somente a gestão Bruno Covas, uma de suas primeiras medidas foi aumentar em 50% o valor de IPTU para os mais pobres. Houve um ataque ao Bilhete Único Mensal, Semanal e do Estudante que tiveram seus tempos de uso reduzidos. Não teve investimento no transporte público e o aumento do valor da passagem foi além da inflação”, aponta Alfredinho.

O presidente o Diretório Municipal do PT São Paulo, Paulo Fiorilo destaca que o congelamento de verbas da gestão para áreas como assistência social e combate às enchentes tem ocorrido de forma criminosa. De acordo com ele, ao invés de investir, a pauta da gestão Dória/ Bruno Covas é promover cortes e fazer uma reforma da previdência, que de acordo com eles, se não for feita, a prefeitura não irá a lugar nenhum.

Para a vereadora Juliana Cardoso, o 1 ano da gestão Bruno Covas em São Paulo traz a mesma política do Dória, porém um pouco mais perversa, porque efetivamente ele tem colocado em prática a relação de fechamento de serviços e a falta de transparência e participação popular.

A coletiva de imprensa realizada na Câmara de Vereadores de São Paulo também contou com a participação dos vereadores Eduardo Suplicy, Alessandro Guedes, Paulo Reis e Jair Tatto.

A bancada de vereadores do PT de São Paulo realizou coletiva de imprensa nesta quinta-feira (04/04/2019) para apresentar o relatório de avaliação do 1 ano da gestão Bruno Covas na prefeitura. 
A bancada de vereadores do PT de São Paulo realizou coletiva de imprensa nesta quinta-feira (04/04/2019) para apresentar o relatório de avaliação do 1 ano da gestão Bruno Covas na prefeitura.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]