Vereadora lamenta não acontecer segundo encontro entre prefeito Colbert Martins e professores da Rede Municipal de Feira de Santana

Eremita Mota: fiquei com os professores na expetativa da resposta. No primeiro encontro, ele pontuou todas as necessidades e reivindicações da categoria.Eremita Mota: fiquei com os professores na expetativa da resposta. No primeiro encontro, ele pontuou todas as necessidades e reivindicações da categoria.
Eremita Mota: fiquei com os professores na expetativa da resposta. No primeiro encontro, ele pontuou todas as necessidades e reivindicações da categoria.

Eremita Mota: fiquei com os professores na expetativa da resposta. No primeiro encontro, ele pontuou todas as necessidades e reivindicações da categoria.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (18/03/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Eremita Mota (PSDB) levou ao conhecimento dos presentes na sessão o retorno que o prefeito Colbert Martins lhe deu em relação à promessa de um segundo encontro com os professores que fizeram reivindicações a ele.

“Como presidente da Comissão de Educação desta Casa, digo aqui que ficou acertado que teríamos um segundo momento com o prefeito e ele garantiu que sentaria com sua equipe e depois daria uma resposta para a categoria. Fiquei com os professores na expetativa da resposta. No primeiro encontro, ele pontuou todas as necessidades e reivindicações da categoria. Não adianta eu fazer parte da bancada, estar em reunião e dizer aqui outra coisa. Eu e Cadmiel ficamos sentados perto dele, fazendo o intermédio entre Governo e professores e a Comissão ficou na expectativa”, pontuou Eremita.

E continuou. “Quando cobramos dele o segundo encontro, ele me disse que estava tudo certo e não teria mais como receber a categoria. Eu insisti para ele receber os professores, mas ele me disse que a cada encontro haveria um fato novo e por isso não adiantaria o segundo encontro. Me ressaltou que tinha o projeto e que ele seria votado na hora certa. Eu estou me sentindo impotente por não ter mais o que fazer. Posso até ser punida por estar passando a verdade, mas a verdade precisa ser dita. Ele foi pontual e Cadmiel está de prova, que também conversou com ele”, relatou.

Em aparte, o líder do Governo na Casa, vereador Marcos Lima (PRP) disse que o PL já se encontra na Câmara. “Já está nas comissões, deve ser analisado e cumprir o rito da Casa. Será votado e aprovado”, garantiu.

Para finalizar, Eremita lembrou que a pauta da categoria não é apenas o reajuste salarial. “Isso está na Lei, é direito da categoria. São outras reivindicações e o prefeito fez um compromisso com ela. Os professores então, ficaram no aguardo da resposta do prefeito para posteriormente tomar a decisão de continuar ou não com a greve. Eu faço parte do Governo, mas preciso passar a verdade. Peço ao líder do Governo que faça mais esse intermédio. Professores, estou à disposição para ajudar como puder”, findou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]