Vereador volta a criticar contratação de Daniela Mercury para Micareta 2019 de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Edvaldo Lima: se os senhores me perguntassem qual pontuação dou à Micareta, daria ponto zero, pois não traz qualquer benefício à cidade.
Edvaldo Lima: se os senhores me perguntassem qual pontuação dou à Micareta, daria ponto zero, pois não traz qualquer benefício à cidade.
Edvaldo Lima: se os senhores me perguntassem qual pontuação dou à Micareta, daria ponto zero, pois não traz qualquer benefício à cidade.
Edvaldo Lima: se os senhores me perguntassem qual pontuação dou à Micareta, daria ponto zero, pois não traz qualquer benefício à cidade.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (27/03/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a criticar a contratação da cantora Daniela Mercury para a Micareta de Feira de Santana este ano.

“Se os senhores me perguntassem qual pontuação dou à Micareta, daria ponto zero, pois não traz qualquer benefício à cidade. O Município investe na festa e não tem retorno nenhum, o que tem em troca são doenças e aumento da violência. Ouço que no passado, a Micareta tinha fanfarras e bandinhas e que as pessoas iam à rua para se divertirem e não para praticarem atos violentos. Não havia a safadeza que tem hoje. Ainda têm os pais desavisados, que levam seus filhos para a festa, onde têm mulheres atracadas com outras”, pontuou Edvaldo.

E continuou. “Essa cantora, que querem trazer para a Micareta, fica invocando o mal por onde passa. Esse país tem mais de 95% de cristãos e quem não sente bem aqui que faça como o deputado federal, que foi embora. Ele ainda mentiu, pois disse que aqui estava sendo perseguido. Ele foi embora porque prometeu que faria isso se Bolsonaro fosse eleito. Vocês nunca virão presidente como Bolsonaro. Quem o colocou no poder foi Deus, pois mesmo em leito de hospital, foi eleito e sem fazer conchaves políticos. A mão de Deus foi sobre ele e temos que o amar e o ajudar a governar debaixo da benção de Deus”, afirmou.

E criticou a contratação de Daniela Mercury para se apresentar na Micareta de Feira. “Agora, essa cantora vem para a Micareta para descumprir a Lei Antibaixaria que temos em nossa cidade. Se ela ficar nua, como fez no carnaval em Salvador, certamente descerá de cima do trio algemada e será levada ao presídio da cidade. Secretário Edson Borges, o senhor não deveria contratar essa cantora. Deu um tiro no pé. Encaminhei ofício e não me deu resposta até hoje. Vou mandar um aviso para ela: suba no trio e respeite Feira de Santana. Irá receber R$ 180 mil, mas respeite minha cidade”, alertou.

Em aparte, o edil Cadmiel Pereira (PSC) a Secretária de Cultura, Esporte e Lazer deve dispor de muitos recursos para patrocinar a Marcha para Jesus. “A Secretaria deve estar organizando um grande apoio para a realização da Marcha para Jesus, pois não poderá investir tanto em um evento e não quase nada no outro. Vamos ficar aguardando”, disse.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113514 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]