Vereador culpa prefeito pela greve dos professores da Rede Municipal de Feira de Santana

Roberto Tourinho: o município faz ouvido de mercador, cara de paisagem. É preciso ter coragem para sentar, dialogar e cumprir.
Roberto Tourinho: o município faz ouvido de mercador, cara de paisagem. É preciso ter coragem para sentar, dialogar e cumprir.
Roberto Tourinho: o município faz ouvido de mercador, cara de paisagem. É preciso ter coragem para sentar, dialogar e cumprir.
Roberto Tourinho: o município faz ouvido de mercador, cara de paisagem. É preciso ter coragem para sentar, dialogar e cumprir.

O culpado pela greve dos professores da rede municipal é o prefeito Colbert Martins Filho. A afirmação foi feita pelo vereador Roberto Tourinho (PV) na sessão ordinária desta quarta-feira (20/03/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O vereador alegou que a Prefeitura está descumprindo o acordo firmado com os professores em 2017. “O Município faz ouvido de mercador, cara de paisagem. É preciso ter coragem para sentar, dialogar e cumprir”, alfinetou.

Tourinho ainda ratificou o pronunciamento do vereador João do Santos – João Bililiu (PPS), questionando a cobrança de estacionamento no Centro de Abastecimento. Ele acrescentou que é necessário também verificar a situação precária do local, “com muita lama, buracos, completamente abandonado”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109971 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]