Vereador comemora indicação atendida e critica obras paradas em Feira de Santana

José Menezes (Zé Filé): nesse momento, quero fazer um agradecimento ao secretário Pinheiro, por ter atendido a uma indicação minha.
José Menezes (Zé Filé): nesse momento, quero fazer um agradecimento ao secretário Pinheiro, por ter atendido a uma indicação minha.
José Menezes (Zé Filé): nesse momento, quero fazer um agradecimento ao secretário Pinheiro, por ter atendido a uma indicação minha.
José Menezes (Zé Filé): nesse momento, quero fazer um agradecimento ao secretário Pinheiro, por ter atendido a uma indicação minha.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (27/03/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) agradeceu ao secretário José Pinheiro por atender à indicação de sua autoria e criticou obras paradas na cidade.

“Nesse momento, quero fazer um agradecimento ao secretário Pinheiro, por ter atendido a uma indicação minha, onde solicitei uma operação tapa-buraco na rua principal do bairro Jussara. Recebi um ofício dele informando que a obra já foi realizada. Isso deveria ser uma ação de praxe. Parabéns ao secretário e sua equipe. Quando faz um bom trabalho temos que parabenizar e agradecer, pois nós estamos sempre visitando os bairros e fazendo indicações”, agradeceu.

Em aparte, o líder do Governo, vereador Marcos Lima (PRP), parabenizou o colega pelo discurso. “Parabéns pela humildade de usar a tribuna para parabenizar o Governo, que trabalha em prol do povo. A Operação tapa-buraco já acontece há quatro meses e não tem como atender a cidade toda ao mesmo tempo, sem contar que quando chove é preciso parar as obras. Vale lembrar que alguns locais serão pavimentados com asfalto a quente”, disse.

De volta com a palavra, Zé Filé lembrou que a Câmara autorizou o Município a fazer um empréstimo de R$ 100 milhões para investir em pavimentação. “Essa Casa deu de presente ao prefeito R$ 100 milhões e pelo que está fazendo de pavimentação asfáltica, isso não é nada. A usina de asfalto é do Município e ele ainda precisa de R$ 100 milhões para pavimentar as principais ruas da cidade. O prefeito pediu 30 dias para terminar a obra da praça de alimentação e já tem cinco meses que se iniciou e ainda não terminou. Se você passar por lá verá que a obra está parada”, pontuou.

E continuou. “Em todos os bairros que andamos vemos obras paradas. Quem manda no Município é o prefeito e por isso não vou culpar o secretário. Quem diz onde vai ser gasto o dinheiro é o prefeito, que inicia uma obra e o dinheiro some. A feirinha do Feira X, que tinha a previsão de término em 90 dias, já passou um ano e as obras paradas. Eu, que estou lá todos os dias, ouço a cobrança dos moradores. Tenho certeza de que o prefeito nem irá ao bairro na época de eleição. Se as obras da cidade não andam, a culpa é do prefeito. Eu ouço dizer que o dinheiro está guardado para ser gasto na próxima eleição”, disse.

Para finalizar, o oposicionista lembrou que a obra do campo de futebol do bairro Viveiros também está parada. “E agora com essa chuva, o povo não pode fazer mais nada. Não há um local de lazer para as crianças do bairro. Quero dizer ao povo que a obrigação do vereador é cobrar e a do prefeito fazer, porque o dinheiro está com ele”, findou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120764 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.