São Paulo e Minas Gerais sediam 11ª ExpoCanada; País da América do Norte oferece oportunidades para jovens e profissionais qualificados

Cartaz anuncia edição 2019 da ExpoCanadá.
11ª ExpoCanada acontece em 23 de março de 2019 em São Paulo e traz novidades em educação, trabalho e imigração. Governo canadense quer aumentar em 1 milhão o número de imigrantes qualificados até 2021.

No dia 23 de março de 2019, sábado, acontece a 11ª ExpoCanada, no espaço Citron (SP), das 10 horas às 19 horas. Este evento é administrado pela Canada Intercâmbio que tem como sócios Rosa Maria Troes e Ed Santos. Os assuntos a serem abordados serão referentes ao processo imigratório canadense, empreendedorismo, programas de estudo, de trabalho e de férias para adolescentes. Estarão presentes as melhores instituições de ensino do país, inclusive de ensino superior, e headhunters.

De acordo com pesquisas de 2017 da francesa OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico – o Canadá foi considerado o país mais educado desde o início de suas pesquisas em 2010, com 56,7% dos adultos canadenses com alguma graduação ou curso técnico (pós ensino médio). Canadá está 16% acima da média da OCDE e 10% maior que os Estados Unidos. Atualmente, é avaliado como uma das 10 maiores economias do mundo.

Além de ser um país desenvolvido em educação, oferece oportunidades para quem quer imigrar e trabalhar legalmente no país. “Mas lembre-se, a imigração não é um fator fácil para se tratar, mas também não é impossível, desde que respeite as leis canadenses à risca.  Outro dado importante que os brasileiros não têm conhecimento é a dificuldade em encontrar trabalho em sua área de especialização no mesmo nível que tinham no Brasil. Muitas vezes, a pessoa tem que voltar para as cadeiras de universidades para atender às exigências do país”, ressalta Ed Santos, sócio e diretor de Operações da Canadá Intercâmbio e consultor do Conselho de Regulamentação de Imigração www.imigrarparaocanada.com.br

Conhecendo o Canadá: Criado oficialmente em 1867, é considerado segundo maior do mundo e composto por 10 províncias e três territórios. O Leste, também chamado região do Atlântico, inclui as províncias de Newfounland e Labrador, Nova Scotia, New Brunswick e Prince Edward Island; Região Central: Quebec e Ontário; As pradarias: Manitoba, Saskatchewan e algumas partes de Alberta; Oeste: mais de Alberta e British Columbia e Norte constituído por três territórios: Nunavut, Yukon Territory e os Territórios do Noroeste. Ottawa é sua capital.

No país há dois idiomas: inglês (é a língua mais falada em todas as províncias) e o francês (utilizado mais em Quebec). Atualmente, a população estimada está em torno de 37 milhões de pessoas, de acordo com a ONU – Organização das Nações Unidos –, correspondente a 0,48% da nação mundial. A previsão do governo para 2050 é chegar em quase 45 milhões de habitantes. Desde os anos 1990, a maioria dos imigrantes provêm de países do Oriente, como China, Índia e Filipinas.

Atualmente, o país enfrenta dois grandes problemas: baixa natalidade e aumento de idosos. A quantidade de residentes com mais de 65 anos chega a 18% da população total. Para tentar resolver esta questão, o governo canadense pretende aumentar o número de imigrantes em 1 milhão até 2021.

Empregos no Canadá – Não há dúvidas que existem grandes oportunidades para morar e trabalhar no Canadá, mas os maiores desafios dos candidatos são o idioma fluente (escrita, conversação e leitura) e a “recolocação profissional”.

O primeiro passo é pesquisar e entender a sua profissão ou indústria onde quer atuar e a primeira pergunta é: sua profissão é regulamentada no Canadá? Há várias áreas de atuação que necessitam de uma licença profissional no país (como médicos, engenheiros, professores, advogados, contadores, enfermeiros, farmacêuticos, eletricistas, arquitetos, etc).

“É preciso fazer exames ou investir tempo e dinheiro de uma forma complementar. No site www.workingincanada.gc.ca é possível encontrar informações sobre as exigências de certificação e regulamentação que regem a sua profissão na província de destino. Seu próximo passo é entrar em contato com o órgão regulador de sua área de atuação na província onde pretende residir. Se você é enfermeira e quer se estabelecer em Vancouver, por exemplo, terá que entrar em contato com o Colégio de Enfermeiros da B.C. (www.crnbc.ca). Agora se é professor e quer se fixar em Ontário, deverá se comunicar com o Ontario College of Teachers (www.oct.ca). E assim sucessivamente”, ressalta Ed.

Para Santos, a caminhada é boa, mas se for realizado de forma adequada, o processo flui melhor. “O órgão regulador será capaz de dar detalhes sobre como avaliar e validar as credenciais dos candidatos brasileiros a uma vaga no Canadá.  Detalhe, muitas vezes, serão necessários alguns cursos adicionais para atualizar suas habilidades e currículo. Em muitos casos, o diploma do brasileiro aqui não é reconhecido”, alerta o executivo.

Agora, se o brasileiro é formado e tem experiência em uma área que não necessita de uma licença como administrador, gerente de negócios ou de recursos humanos ou até mesmo um trabalhador semiqualificado, por exemplo, não é preciso realizar o processo chamado de “relicensure” (relicenciamento), mas ainda terá que enfrentar alguns desafios. “Por exemplo, caso o profissional tenha um MBA da Faculdade Getúlio Vargas, de São Paulo, um empregador canadense pode não saber se esse MBA tem a mesma qualidade quando comparado com seu país. Caso queira entender melhor, acesse os Serviços de Educação Mundial (www.wes.org). O ideal é que o interessado em se mudar para o Canadá use a internet e as mídias sociais para fazer essas conexões antes mesmo de sair do Brasil ou procure por consultores credenciados pelo Canadá”, recomenda Santos.

Agenda

Terá entrada franca para quem for participar da feira www.expocanada.com.br e do “Painel sobre Programas de Intercâmbio”, que acontecerá no dia (23), das 10:15 horas às 11:15 horas. Cada palestra terá o custo de R$ 50,00. A Expo Canadá é um evento itinerante e acontece primeiro em Ribeirão Preto (19); João Pessoa (21); São Paulo (23), Belo Horizonte (25); São Luís (27); Campinas (29) e Uberlândia (1 de abril).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114991 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.