Prefeitura recupera fontes luminosas de Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Fonte luminosa do Terreiro de Jesus, em Salvador.
Fonte luminosa do Terreiro de Jesus, em Salvador.
Fonte luminosa do Terreiro de Jesus, em Salvador.
Fonte luminosa do Terreiro de Jesus, em Salvador.

As fontes luminosas embelezam Salvador e atraem visitantes. Algumas delas remetem à história do período imperial, como a do Terreiro de Jesus, que fez parte do audacioso sistema da Companhia do Queimado – primeiro sistema de abastecimento de água encanada do país. Para preservar e recuperar esses pontos de visitação e história, a Prefeitura investiu R$1,6 milhão.

A revitalização de seis fontes situadas na Praça da Piedade, duas no Campo Grande e nas praças Nossa Senhora da Luz, da Sé e do Terreiro de Jesus foi realizada pela Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (Dsip), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). O órgão utilizou o que há de melhor em tecnologia para a revitalização desses espaços.

Foram implantados 169 projetores em LED RGB, tecnologia que permite a alteração de cor simultânea, evita a penetração da água e é mais resistente a impactos e corrosão. As obras envolveram serviços de infraestrutura, iluminação, hidráulica, programação, circuito elétrico e de revitalização de pintura. Algumas dessas fontes, como a da Praça da Sé e Campo Grande, tiveram o material furtado. Portanto, foram instalados quadros novos, tanto de iluminação quanto de jato d’água.

As salas de equipamentos das fontes agora contam com alarme sonoro, que é acionado em caso de invasão. Além disso, a manutenção é feita diariamente com tratamento de água, lubrificação de equipamentos e bico. As fontes das praças da Sé e Nossa Senhora da Luz, além de luminosas, contam com trilha sonora a partir das 18 horas. A trilha se inicia com a Ave Maria e o movimento das águas é sincronizado com os ritmos musicais.

“Estamos recuperando as fontes luminosas da cidade que fazem parte do patrimônio histórico de Salvador e, também, o monumento Mário Cravo. A intenção é de que estes equipamentos possam abrilhantar ainda mais a cidade neste mês de aniversário”, destaca o diretor de Iluminação Pública, Júnior Magalhães.

História

Inaugurado em 8 de dezembro de 1856, o chafariz neoclássico do Terreiro de Jesus foi um dos cinco que integraram inicialmente o sistema de águas de Queimado. Os outros quatro chafarizes ficavam em Água de Meninos, Praça do Comércio, Largo do Theatro São João nesta Quarta-feira ( 13/03/2019) na Praça Castro Alves) e Piedade.

A alegoria da fonte do Terreiro de Jesus representa riquezas da Bahia com a escultura de Ceres, deusa da fertilidade e abundância agrícola. Abaixo estão quatro meninas de mãos dadas e, na base, as esculturas de quatro entidades em representação aos quatro principais rios do Estado: Jequitinhonha, Paraguaçu, Pardo e São Francisco. Em breve, a fonte será entregue, juntamente com o largo, totalmente revitalizada.

Já a Praça da Sé é mais recente – foi inaugurada em 2002. Fabricada por uma empresa espanhola e movimentada por computador, a fonte tem focos de luz com 64 cores diferentes. É considerada uma das mais sofisticadas do gênero no país.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113792 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]