Mídia revela porque 2ª cúpula entre os presidentes Donald Trump e Kim Jong-un terminou antes do prazo

O presidente Donald J. Trump e Nguyen Phu Trong, secretário-geral do partido comunista e presidente da República Socialista do Vietnã, acompanhados por membros das delegações, participam de uma reunião bilateral ampliada no palácio presidencial, em Hanói, na quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019.
O presidente Donald J. Trump e Nguyen Phu Trong, secretário-geral do partido comunista e presidente da República Socialista do Vietnã, acompanhados por membros das delegações, participam de uma reunião bilateral ampliada no palácio presidencial, em Hanói.
O presidente Donald J. Trump e Nguyen Phu Trong, secretário-geral do partido comunista e presidente da República Socialista do Vietnã, acompanhados por membros das delegações, participam de uma reunião bilateral ampliada no palácio presidencial, em Hanói, na quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019.
O presidente Donald J. Trump e Nguyen Phu Trong, secretário-geral do partido comunista e presidente da República Socialista do Vietnã, acompanhados por membros das delegações, participam de uma reunião bilateral ampliada no palácio presidencial, em Hanói.

O fim antecipado da cúpula entre o líder norte-coreano Kim Jong-un e o presidente dos EUA, Donald Trump, ocorrida em 27 de fevereiro de 2019, poderia ter sido causado pela exigência de Trump de fechar as instalações secretas de enriquecimento de urânio na Coreia do Norte.

O jornal The Sunday Times sublinha que se trata de uma instalação na cidade industrial de Chollima, a poucos quilômetros de Pyongyang.

Durante a cúpula, a parte americana exigiu que Pyongyang destruísse as instalações e, após o recusa de Kim Jong-un de fazer isso, suspendeu as negociações. Depois, Trump voou para os EUA, quanto o líder norte-coreano continuou sua visita no Vietnã.

A segunda cúpula entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte se realizou nos dias 27 e 28 de fevereiro na cidade vietnamita de Hanói. No decorrer da coletiva de imprensa, Donald Trump declarou que os EUA decidiram não assinar o acordo e que é necessário um acordo “correto” ao invés de “rápido”.

O primeiro encontro entre Trump e Kim aconteceu em 12 de junho de 2018, em Singapura. À época, os mandatários concordaram em trabalha pela desnuclearização da península coreana e pela estabilização das relações entre seus países.

*Com informações da Sputnik Brasil.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105827 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]