Governo vai exigir cumprimento de contratos em estradas, diz ministro Tarcísio Gomes de Freitas

Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro.
Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro.
Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro.
Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro.

Durante visita ao Maranhão para vistoriar as obras de duplicação de parte da BR-135, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse na sexta-feira (08/03/2019) que o governo não será tolerante com as empresas que ganham contratos e deixam as obras sem conclusão.

“Percorremos trechos duplicados e a duplicar da BR-135/MA: estamos montando uma série de providências para que o pavimento seja recuperado e a obra volte a andar. E mais importante: cobraremos cumprimento do contrato e requisitos de qualidade. Não vamos tolerar menos que isso”, disse o ministro por meio de uma rede social.

Vistoria

As obras de duplicação da BR-135, no trecho que liga a capital São Luís ao interior do estado apresentam problemas. Durante a vistoria, o ministro constatou que trechos do pavimento já estão soltando. Iniciadas em 2012, o trecho, até a cidade de Bacabeira, no interior do estado, ainda não foi finalizado. “Não podemos concordar com um pavimento novo que já apresenta problemas de execução, como trincamentos e fadigas precoces de massas asfálticas”, disse.

Segundo o ministro, já há um diagnóstico das causas do problema com o asfalto e a pasta já está montando providências para que o pavimento seja recuperado e a obra volte a andar. “Cobraremos cumprimento do contrato e requisitos de qualidade”, afirmou.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9298 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).