Governo dos EUA confisca dinheiro da Venezuela para pagar títulos das petroleiras

Samuel Reinaldo Moncada Acosta é um historiador venezuelano. Ele foi vice-ministro das Relações Exteriores da Venezuela até junho de 2017, quando sucedeu Delcy Rodriguez como ministro das Relações Exteriores da Venezuela
Samuel Moncada, embaixador da Venezuela na ONU, acusou o governo de Donald Trump de confiscar bens de Caracas para pagar títulos emitidos pelas petroleiras.
Samuel Reinaldo Moncada Acosta é um historiador venezuelano. Ele foi vice-ministro das Relações Exteriores da Venezuela até junho de 2017, quando sucedeu Delcy Rodriguez como ministro das Relações Exteriores da Venezuela
Samuel Moncada, embaixador da Venezuela na ONU, acusou o governo de Donald Trump de confiscar bens de Caracas para pagar títulos emitidos pelas petroleiras.

Na sexta-feira (08/03/2019) o Departamento do Tesouro dos EUA emitiu duas ordens executivas autorizando o uso de dinheiro confiscado à Venezuela para pagar títulos emitidos pela petroleira estatal venezuelana PDVSA, pela Citgo (subsidiária da PDVSA nos EUA) e outras companhias petrolíferas, noticiou o enviado venezuelano nas Nações Unidas.

Departamento do Tesouro permite que o dinheiro venezuelano confiscado pelo governo Trump seja usado para pagar títulos emitidos pela PDVSA, Citgo e outras empresas petrolíferas. Assim, os credores financeiros da Venezuela são os primeiros a receber “ajuda humanitária”

Por meio do congelamento de US$ 7 bilhões em ativos da PDVSA, e várias outras sanções contra o governo venezuelano, a Casa Branca autorizaria pagamentos a credores de sua escolha.

Caracas está impedida de recorrer aos mercados acionários globais para renovar seus títulos de dívida pública ou emitir novos títulos, por causa do bloqueio venezuelano dos mercados financeiros internacionais, segundo analistas.

Nessas circunstâncias, Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, nomeou um novo conselho de administração da Citgo, além de afirmar que pediria permissão aos EUA para usar a conta bloqueada para pagar títulos emitidos pela PDVSA.

“Os chefes em Washington usarão seu fantoche na Venezuela para ‘autorizar’ o saque de seu próprio país, enquanto mendigam migalhas a seus chefes para a ‘crise humanitária'”, declarou Moncada.

*Com informações da Agência Sputnik Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110059 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]