Políticos, entidades e órgão governamentais manifestam pesar por vítimas de ataque a escola em São Paulo; Tragédia em Suzano deixou 10 mortos e 11 feridos

Tragédia em Suzano provoca consternação, autoridades se manifestam.
Tragédia em Suzano provoca consternação, autoridades se manifestam.
Tragédia em Suzano provoca consternação, autoridades se manifestam.
Tragédia em Suzano provoca consternação, autoridades se manifestam.

O governador Rui Costa expressou pesar, por meio das redes sociais, pelas vítimas do ataque a uma escola em Suzano, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (13/03/2019). “Meu Deus, conforte a todos os brasileiros diante desta tragédia estarrecedora. Minha solidariedade às famílias e amigos das vítimas deste atentado injustificável na Escola Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo”, disse.

O governador acrescentou que “a atitude desses dois jovens dentro de um lugar de paz, aprendizado e crescimento nos deixa ainda mais tristes. Nenhum de nós quer testemunhar novas tragédias como essa. Que Deus ilumine e dê forças a todos nesse momento tão duro e traumático”.

Nota de pesar da SEC Bahia

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC Bahia) lamenta a tragédia ocorrida, nesta quarta-feira (13), na Escola Estadual Raul Brasil, no município de Suzano, em São Paulo, e presta solidariedade às famílias das vítimas, aos estudantes, profissionais e toda a comunidade escolar envolvida.

Prefeitura de Feira de Santana decreta luto oficial de três dias por massacre em Suzano

Por conta do triste, lamentável e trágico massacre ocorrido, na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo, a Prefeitura de Feira de Santana decretou luto oficial por três dias na cidade – entre os dias 13 e 15 de março.

O prefeito Colbert Martins Filho considera que a solidariedade humana não tem fronteiras, particularmente quando se trata de casos de grande comoção e consternação que chocam o país inteiro e a comunidade internacional.

O episódio, ocorrido nesta quarta-feira, 13, acabou resultando em 23 pessoas levadas a hospitais, entre elas feridos, e dez pessoas mortas.

Presidente do Senado – Davi Alcolumbre

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse prestou solidaridade às famílias das vítimas, via Twitter. “É com perplexidade que recebi, a notícia do tiroteio no colégio estadual Raul Brasil, em Suzano-SP. Eu me solidarizo às famílias das vítimas e espero que as reais causas dessa tragédia sejam descobertas.”

Presidente da Câmara – Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), usou também as redes sociais para dizer que o momento é de união. “A tragédia de Suzano, hoje, mostra que é hora de o Brasil unir forças e competências para compreender o que houve e impedir a repetição de massacres como este. Precisamos ser solidários com as famílias, parentes e amigos das crianças e dos funcionários da escola Raul Brasil.”

Ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos – Damares Alves

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também prestou condolências às famílias das vítimas. “Acordamos hoje com esta terrível notícia e estou estarrecida. Às famílias manifesto meu imenso pesar e coloco este Ministério à disposição para prestar todo o apoio necessário. Que Deus abençoe os que estão em atendimento para que sobrevivam”, escreveu em sua conta no Twitter.  “Este é o momento de atender os feridos e confortar as famílias. Também é importante saber o que aconteceu. Nossas crianças e adolescentes estão em sofrimento. Este governo já estuda políticas públicas para enfrentar isto”, acrescentou.

Ministro da Casa Civil – Onyx Lorenzoni

Em mensagem, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, publicou mensagem de pesar pelo ataque. “Meus sentimentos às famílias das vítimas do terrível atentato em Suzano”.

Entidades educacionais

Em nota, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, rede que reúne dezenas de organizações, lamenta profundamente o massacre ocorrido nesta quarta-feira. “A violência que assola as cidades brasileiras precisa ser enfrentada. Para tanto, é preciso também fortalecer a educação para a paz e a justiça social, bem como promover a cultura de paz e a resolução pacífica de conflitos na sociedade brasileira, inclusive nas escolas”, diz.

“A recorrência desses tristes episódios em território brasileiro não pode naturalizá-los. Desse modo, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação se coloca à disposição para a busca de soluções políticas e pedagógicas de fortalecimento dos espaços escolares e de construção da democracia e da paz”, acrescenta.

Presidente do STF – Dias Toffoli

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, fez um pronunciamento no início da sessão plenária em que lamentou o ataque.

“É com profundo pesar e tristeza que recebo a notícia de uma tragédia em uma escola pública na cidade de Suzano, no estado de São Paulo, que tirou a vida e feriu estudantes, professores e funcionários. Em nome da Corte, manifestamos nosso sentimento de pesar e solidariedade às famílias e amigos das vítimas e à toda a sociedade, que também é vítima deste tipo de tragédia”, disse Toffoli.

O presidente do Supremo acrescentou afirmando que “violências como essa não fazem parte da nossa cultura. A juventude traduz futuro e esperança. Não podemos aceitar que o ódio entre em nossa sociedade”.

Confira nomes das vítimas da tragédia

Mortos

  1. Caio Oliveira, 15 anos, estudante.
  2. Claiton Antonio Ribeiro, 17 anos, estudante.
  3. Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante
  4. Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante.
  5. Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante.
  6. Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos, funcionária da escola.
  7. Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos, coordenadora pedagógica.
  8. Guilherme Taucci Monteiro – 17 anos
  9. Luiz Henrique de Castro – 25 anos
  10. Jorge Antonio de Moraes, 51 anos, dono da locadora e tio de um dos atiradores

Feridos

  1. Adna Isabella Bezerra de Paula, 16 anos
  2. Anderson Carrilho de Brito, 15 anos
  3. Beatriz Gonçalves Fernandes, 15 anos
  4. Guilherme Ramos do Amaral, 14 anos
  5. Jenifer da Silva Cavalcante
  6. José Vitor Ramos Lemos
  7. Leonardo Martinez Santos
  8. Leonardo Vinícius Santa Rosa, 20 anos
  9. Letícia de Melo Nunes
  10. Murillo Gomes Louro Benites, 15 anos
  11. Samuel Silva Félix
Fachada da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, São Paulo. Tragédia deixou 10 mortos e 11 feridos.
Fachada da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, São Paulo. Tragédia deixou 10 mortos e 11 feridos.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111234 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]