Feira de Santana: Vereadores criticam serviço prestado pela EMBASA

Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): quando vai tomar vergonha e cumprir com suas obrigações?.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): quando vai tomar vergonha e cumprir com suas obrigações?.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): quando vai tomar vergonha e cumprir com suas obrigações?.
Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): quando vai tomar vergonha e cumprir com suas obrigações?.

Isaías dos Santos reclama da EMBASA

Durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (20), o vereador Isaías dos Santos (Isaías de Diogo, PSC) reclamou do péssimo serviço prestado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (EMBASA) no Município.

“Quando vai acabar esta humilhação? Quando vai tomar vergonha e cumprir com suas obrigações? ”, questionou o parlamentar. Ele informou que a população da Lagoa da Pedra, próximo ao Aeroporto Governador João Durval Carneiro, está sem água há mais de um mês.

Para o vereador, o aumento nos casos de dengue em Feira de Santana é culpa da Embasa. “A cidade sem água. Então as pessoas precisam guardar nos reservatórios e muitos não têm como tampar”, relacionou

O edil antecipou que não será favorável a renovação do contrato de concessão da Prefeitura com Embasa. “Vamos acordar e não aceitar o que está acontecendo! O Procon precisa tomar uma providência”, pediu.

RobertoTourinho lembra Dia Mundial da Água e critica Embasa

O edil Roberto Tourinho (PV) lembrou da proximidade do Dia Mundial da Água e criticou serviço prestado pela Embasa em Feira de Santana.

“Na próxima sexta-feira, 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água e não poderia deixar de fazer alguns comentários em relação a vereadores que me antecederam, que trataram sobre a Embasa, com discursos demorex, que parece, mas não é. Parece que é em defesa do povo, que é por preocupação, mas não é. Que a Embasa é uma empresa que deixa a desejar, é fato, inclusive o Ministério Público está acionando a Embasa em Feira”, pontuou Tourinho.

E continuou. “Mas, vou trazer uma lembrança aos desmemoriados: Em 2017 ou 2018, o prefeito à época, José Ronaldo, mandou um Projeto de Lei, com o objetivo de avaliar e renovar o contrato da Embasa com o Município e o único que votou contra foi este vereador. Sabe por quê todos aprovaram? Porque era o prefeito do pilão. Porém, em breve esta Casa terá que votar o direito de uso para a Embasa explorar o serviço por mais 20 anos e para isso vou ficar mais atento em relação aos discursos dos nobres colegas”, disse.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) justificou seu voto favorável à renovação do contrato do Município com a Embasa. “Acredito que a minha preocupação é a mesma de todos os vereadores e quero dizer que votei favorável ao PL, votaria e voto porque não houve outra empresa para ofertar o mesmo serviço. Vossa Excelência votou contrario, mas não pensou na população ficar sem água, pois não tinha outra empresa para concorrer com a Embasa”, disse direcionando-se a Tourinho.

De volta com a palavra, Roberto Tourinho voltou a tratar sobre o Dia Mundial da Água e apresentou alguns dados oriundos de pesquisas. “Alguns fatores têm contribuído para a falta de água e se continuar assim, com o mau uso dela,  2/3 da população pode ficar sem água. A população, ao longo dos anos, tem retirado águia de rios, lagos e outros mananciais, o que é uma grande preocupação, sem contar com a poluição”, informou.

E continuou.  “O aquecimento global, que já gerou discursão em relação ao clima, é também preocupante. O desvio dos rios feitos mundo à fora é uma grande preocupação. Falta políticas públicas de preservação das nascentes. Tive oportunidade de ser secretário de Meio Ambiente,  e era exigência que os grandes empreendimentos apresentassem estudo hidrogeológico antes de iniciar as construções”, ressaltou.

Segundo o edil, órgãos estaduais e federais têm aumentado campanhas de conscientização, principalmente voltados para jovens e adolescentes, além de interdições e aplicações de multas em locais que possam trazer prejuízos ao meio ambiente”, disse.

O edil passou então a apresentar dados sobre o mau uso da água e as consequências do seu não tratamento. “11% da população mundial ainda não tem água potável. Na China, 119 milhões sofrem pelo fornecimento de água mal tratada; 97 milhões na Índia; 5.875 das pessoas doentes é por causa ingestão de água não potável e saneamento incorreto, aumentando a mortandade. A cada 20 segundos no mundo, uma criança morre por diarreia, que poderia ser evitado se tivesse meio ambiente tratado. Todos os anos, 3,5 milhões de pessoas morrem por problemas de fornecimento inadequado de água. Não podemos deixar uma data importante, como o Dia Mundial da Água, passar despercebido. Deve haver a conscientização, principalmente em nossa cidade”, finalizou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111057 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]