Extinção do Mais Médicos será debatida com ministro da Saúde na Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federa

Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal debate extinção do Programa Mais Médicos, proposto pelo Governo Bolsonaro.
Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal debate extinção do Programa Mais Médicos, proposto pelo Governo Bolsonaro.
Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal debate extinção do Programa Mais Médicos, proposto pelo Governo Bolsonaro.
Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal debate extinção do Programa Mais Médicos, proposto pelo Governo Bolsonaro.

A extinção do Programa Mais Médicos deverá ser explicada pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em audiência pública da Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS). O senador Rogério Carvalho (PT-SE) é autor de requerimento nesse sentido, aprovado pela comissão nesta quarta-feira (13/03/2019).

Na justificação do requerimento, o senador lembra que o governo federal anunciou o encerramento do Mais Médicos e sua substituição por outro programa. Ele cita informações dadas pela secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do ministério, Mayra Pinheiro, confirmando que não serão feitos novos editais após a última seleção. De qualquer modo, os médicos em atuação poderão continuar em seus postos de trabalho pelos três anos de duração do contrato.

O Mais Médicos foi criado em 2013 pela então presidente da República Dilma Rousseff. Rogério Carvalho assinalou no requerimento a avaliação positiva por parte da população. “Pesquisa da UFMG/Ipespe identificou que 95% dos usuários disseram estar satisfeitos ou muito satisfeitos com a atuação do médico do Mais Médicos. Entre as razões dessa avaliação positiva, 85% afirmaram que a qualidade do atendimento melhorou; 87%, que o médico é mais atencioso; e 82%, que a consulta agora resolve melhor seus problemas de saúde”, observou o parlamentar.

A data da audiência pública ainda será agendada pela CAS. Na ocasião, o ministro também deverá abordar o modelo de atuação complementar da União para a atenção básica em serviços de saúde.

Diretrizes

Luiz Henrique Mandetta também deverá ser convidado pela CAS para prestar informações sobre a política e diretrizes do Ministério da Saúde para os próximos anos.

O requerimento para o convite foi apresentado pelo presidente do colegiado, o senador Romário (Pode-RJ), e também foi aprovado nesta quarta. A data da audiência será marcada de acordo com a disponibilidade de agenda do ministro.

*Com informações da Agência Senado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109865 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]